Leia também:
X Pelé segue internado e apresenta infecção respiratória

Brasil perde para Camarões e enfrentará Coreia do Sul

Apesar do resultado, brasileiros ficaram em 1º lugar no grupo

Pleno.News - 02/12/2022 18h30 | atualizado em 02/12/2022 18h59

Com reservas, Brasil perde para Camarões, fica em 1º no grupo e pega Coreia do Sul Foto: EFE/EPA/Ali Haider

Nesta sexta-feira (2), o Brasil perdeu para a seleção de camarões. Com time reserva, os brasileiros sofreram um gol nos acréscimos e saíram do Lusail Stadium com sua primeira derrota na Copa do Mundo, por 1 a 0.

Apesar do revés, o Brasil garantiu a liderança do Grupo G e enfrentará a Coreia do Sul nas oitavas de final, na segunda-feira (5).

Ainda que corresse à boca pequena entre os jornalistas estrangeiros que cobrem a Copa do Mundo que “o Brasil tem duas seleções”, havia expectativa sobre o real potencial do time reserva para o jogo desta sexta-feira. A qualidade individual dos jogadores praticamente não estava em dúvida, mas colocar 11 atletas que não têm o hábito de atuar juntos numa partida suscitava desconfiança.

O jogo também tinha um importante personagem predefinido: Daniel Alves. Escolhido para ser o capitão do Brasil, o atleta de 39 anos foi contestado desde que teve seu nome anunciado por Tite no mês passado. E, contra Camarões, o lateral teve finalmente uma primeira oportunidade para justificar sua presença no Mundial.

Os primeiros 45 minutos mostrariam que a seleção reserva era de fato um bom time, mas carecia, sim, de entrosamento. Acostumado a jogar entre os titulares, Fred mais de uma vez precisou girar em torno do próprio eixo à espera de um companheiro que evoluísse ao ataque. Os pontas, Antony e Martinelli, eram agudos, mas tinham dificuldades em encontrar Gabriel Jesus no meio da área. Rodrygo, o substituto de Neymar, desempenhava bem o papel do titular – inclusive, sendo caçado em campo -, mas não tinha chances para finalizar.

Quanto a Daniel Alves, ele foi menos construtor do que Tite tanto se empenhou em destacar nos dias que antecederam à partida. Jogou recuado pela direita e mais de uma vez a seleção de Camarões conseguiu progredir por lá. Mas o capitão da Seleção Brasileira não comprometeu, ajudou a organizar a defesa e até teve chance de fazer um gol, ao bater falta da entrada da área. A bola acabaria indo por cima do travessão.

A seleção voltou sem alterações para o segundo tempo, mas não tardou para Tite promover três mudanças. E isso por causa de um novo problema na lateral. Alex Telles, o substituto do lesionado Alex Sandro, também se contundiu. Sem opção para o lado esquerdo, o jeito foi colocar o zagueiro Marquinhos por lá. Bruno Guimarães e Everton Ribeiro também entraram.

A essa altura, a partida que fechava o Grupo G da Copa do Mundo era de pouca técnica e muita disposição. Porque de um lado havia Camarões tentando ir ao ataque de qualquer jeito em busca de uma classificação improvável, e do outro havia o Brasil reserva buscando o gol de Epassy apenas na base do talento de seus jogadores, uma vez que a organização tática quase inexistia. Até que, aos 47, Mbekeli escapou pela direita e cruzou na primeira trave para Aboubakar cabecear no canto. Ederson apenas olhou a bola morrer no fundo da rede.

Mesmo com o resultado, o Brasil assegurou a primeira colocação no grupo, com seis pontos, e, na segunda-feira, enfrentará a Coreia do Sul pelas oitavas de final da Copa do Mundo. A seleção asiática garantiu classificação de forma surpreendente um pouco antes, ao virar sobre Portugal e chegar aos quatro pontos no Grupo H. Assim, se igualou ao Uruguai, mas terminou à frente pelo critério de gols marcados.

A segunda vaga do Grupo G ficou com a Suíça, com os mesmos seis pontos, mas desvantagem no saldo de gols. Camarões terminou em terceiro, com três, e a Sérvia ficou na lanterna, com apenas um ponto. Nas oitavas, os suíços vão enfrentar Portugal, na terça-feira.

TORCIDA EXALTA PELÉ E NEYMAR
Recuperando-se de lesão no tornozelo direito, o atacante Neymar – assim como Danilo e Alex Sandro – esteve no Lusail. O atacante apareceu no telão durante a execução do Hino Nacional e foi ovacionado pela torcida. Pelé, que está internado com infecção respiratória em São Paulo, foi homenageado com um bandeirão pela torcida. A imagem do Rei do Futebol estava estampada, com uma mensagem desejando melhoras em inglês.

FICHA TÉCNICA:
BRASIL 0 x 1 CAMARÕES

BRASIL – Ederson; Dani Alves, Éder Militão, Bremer e Alex Telles (Marquinhos); Fabinho, Fred (Bruno Guimarães) e Rodrygo (Everton Ribeiro); Antony (Raphinha), Gabriel Jesus (Pedro) e Gabriel Martinelli. Técnico: Tite

CAMARÕES – Epassy; Fai, Wooh, Ebosse e Tolo; Anguissa, Kunde (Ntcham), Mbeumo (Ekambi), Choupo-Moting e Ngamaleu (Mbekeli); Aboubakar. Técnico: Rigobert Song

GOL – Aboubakar, aos 47 minutos do segundo tempo

CARTÕES AMARELOS – Tolo, Kunde, Fai, Aboubakar; Éder Militão, Bruno Guimarães

CARTÃO VERMELHO – Aboubakar

ÁRBITRO – Ismail Elfath (EUA)

RENDA – Não disponível

PÚBLICO – 85.986 pagantes

LOCAL – Lusail Stadium, em Al Daayen, no Catar

*AE

Leia também1 Pelé segue internado e apresenta infecção respiratória
2 Pelé usa redes e tranquiliza fãs: "Visita mensal ao hospital"
3 Pelé é diagnosticado com quadro de broncopneumonia
4 Em boletim médico, hospital atualiza estado de saúde de Pelé
5 Neymar se diz 'zerado' da febre e faz fisioterapia visando retorno

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.