Leia também:
X Após liberação, Paulistão será retomado neste sábado

Bolsonaro recebe presidentes do Flamengo, do Palmeiras e da CBF

Clubes se enfrentam neste domingo em Brasília pela Supercopa do Brasil

Paulo Moura - 10/04/2021 12h45

Presidente Jair Bolsonaro e dirigentes do Flamengo durante encontro em 2020 Foto: Reprodução

O presidente da República, Jair Bolsonaro, recebeu na manhã deste sábado (10) os presidentes do Flamengo, Rodolfo Landim, do Palmeiras, Maurício Galiotte, e da Confederação Brasileira Federal (CBF), Rogério Caboclo, para um café da manhã no Palácio da Alvorada.

As duas equipes se enfrentam neste domingo (11), às 11h, pela Supercopa do Brasil, em partida que será disputada no Estádio Nacional de Brasília, na capital federal. No encontro deste sábado, também marcaram presença o ministro da Justiça e Segurança Pública, Anderson Torres, e o ministro da Casa Civil, general Luiz Eduardo Ramos.

Não é a primeira vez que Bolsonaro e o presidente do Flamengo se encontram. Em maio do ano passado, Landim esteve no Palácio do Planalto para encontrar o chefe do Executivo. Depois da reunião, Bolsonaro assinou uma Medida Provisória que alterava as leis envolvendo direitos de transmissão de jogos.

O texto, porém, caducou antes de ser analisado pelo Congresso Nacional. Durante o Campeonato Brasileiro de 2020, o chefe do Executivo visitou o treino do rubro-negro, que, coincidentemente, também enfrentou o Palmeiras na capital. Ainda não há informações sobre uma possível presença de Bolsonaro no estádio para o jogo de amanhã.

Leia também1 CPI da Covid-19: Senador quer incluir governadores e prefeitos
2 Eduardo nega demissão do assessor Filipe Martins: 'Fake'
3 Presidente da Câmara critica a abertura da CPI da Covid
4 Barroso envia à PGR notícia-crime de Ciro contra Bolsonaro
5 Pacheco diz que não moverá 'um milímetro' para atrapalhar a CPI

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.