CORONAVÍRUS
- Tudo o que você precisa saber
-->
Leia também:
X Estádio do Palmeiras começa a receber grama sintética

Atlético-GO fecha com Jean, acusado de agredir esposa

Atleta assinou empréstimo com o clube goiano até o fim deste ano

Henrique Gimenes - 13/01/2020 19h08

Atlético-GO acerta a contratação do goleiro Jean Foto: SPFC/Maurício Rummens

De volta à Série A do Campeonato Brasileiro em 2020, o Atlético-GO anunciou nesta segunda-feira (13) o empréstimo do goleiro Jean, 24, que pertence ao São Paulo. O atleta assinou com o clube goiano até o fim deste ano.

Acusado em dezembro de ter agredido sua esposa, Milena Bemfica, durante férias nos Estados Unidos, Jean teve seu contrato suspenso pelo São Paulo na última quinta-feira (9).

A suspensão, de acordo com o clube do Morumbi, vai até o fim do ano. O goleiro tem contrato com a equipe paulista até 2022.

De acordo com comunicado publicado pelo São Paulo na última semana, o jogador poderia “exercer atividades por outras agremiações em condições já estipuladas. Caso o jogador não seja contratado por um outro clube durante este período, o São Paulo Futebol Clube poderá decidir pela rescisão de contrato ao final deste ano de suspensão”.

Nesta segunda, o presidente executivo do Atlético-GO, Adson Batista, falou sobre a contratação do goleiro.

– Estou aqui para comunicar vocês que o Atlético-GO contratou o Jean, goleiro do São Paulo. Ele teve um problema familiar, que nós não apoiamos. Entendemos que é um grande atleta, é uma grande oportunidade. Sou amigo do empresário dele, Paulo Pitombeira, e conseguimos efetivar a contratação – disse o dirigente.

E continuou.

– Todo ser humano merece ter oportunidades na vida. Todos nós erramos e o Atlético-GO vai dar todo o respaldo para que ele possa conseguir retomar sua carreira. Eu acredito muito no profissional, tive uma conversa muito boa, muito verdadeira com o atleta e estou confiante que ele vai nos ajudar muito. O Atlético-GO é um clube de família, já tivemos problemas no passado e tomamos atitudes certas. Vamos tomar de novo, recuperar o ser humano. Ele [Jean] sabe que não pode errar mais – completou.

A denúncia de agressão foi feita pela esposa de Jean em vídeos postados em seu Instagram. Ela disse ter sigo agredida pelo goleiro durante as férias do casal em Orlando, na Flórida (EUA).
Jean foi preso no condado de Orange, acusado de violência doméstica, mas acabou solto após pagamento de fiança.

No documento de soltura, a decisão do juiz foi de que o goleiro não pode ter qualquer tipo de contato com a vítima, sua esposa, nem sequer deixar um bilhete ou um recado por intermediários. A única exceção é caso ele seja autorizado por uma ordem judicial. Ele também só pode entrar em contato com suas duas filhas por meio de terceiros, não diretamente.

No São Paulo desde 2018, Jean nunca chegou a se firmar na posição de titular e fez 19 jogos no total (com apenas uma apresentação em 2019).

No Twitter do Atlético-GO, torcedores do clube goiano e de outras equipes reagiram à contratação do goleiro.

*Folhapress

Leia também1 Estádio do Palmeiras começa a receber grama sintética
2 Pedro Rocha se apresenta no Flamengo como novo reforço

Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo