Leia também:
X 90 anos: Silvio Santos recebe homenagem dos Correios

Athletico faz críticas à Globo e denuncia ‘retaliação’ da emissora

Clube disse que irá continuar lutando contra o "monopólio das transmissões" do futebol

Henrique Gimenes - 13/12/2020 14h49 | atualizado em 13/12/2020 15h23

Athletico-PR jogou contra o Atlético-MG Foto: Pedro Souza / Agência Galo / Atlético

Na noite deste sábado (12), o Athletico Paranaense utilizou suas redes sociais para criticar a TV Globo por seu “monopólio das transmissões” do futebol brasileiro e denunciou a emissora por promover uma retaliação contra o clube.

A manifestação ocorreu após o Athletico perder na Justiça o direito de transmitir a partida contra o Atlético-MG, vencida por 1 a 0 pela equipe de Minas Gerais. A vitória foi conseguida pela Globo na primeira instância na sexta-feira (11).

Em sua conta do Twitter, o Athletico disse que a ação da Globo na Justiça foi uma retaliação após o clube recusar valores propostos pela emissora sobre os direitos de transmissão.

– Há muitos anos, o Athletico luta contra o monopólio das transmissões e contra a velha ordem do futebol brasileiro. Hoje, enfrentamos mais uma retaliação da emissora que quer controlar o nosso futebol e briga para manter esse sistema arcaico – ressaltou.

O clube também disse que vai continuar lutando contra o monopólio da emissora.

– A Globo não deixou você assistir ao jogo de hoje. Eles querem que você acredite que o culpado é o Athletico. Nós sabemos que nossa luta é justa, vale a pena e não vamos desistir – completou.

Leia também1 Bolsonaro rebate ataque de jornalista da Folha de S.Paulo
2 Globo suspende novela após Covid em Giovanna Antonelli
3 Leticia Spiller pede desculpa por falas sobre assédio de Melhem
4 Onda de Covid-19 nos Estúdios Globo pode paralisar gravações
5 Globo pode ter que pagar R$ 200 mil por 'piada' com assalto em SC

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.