Leia também:
X Neymar é criticado por ir à festa e faltar ao velório de Pelé

Ex-lutador do UFC é preso sob acusação de matar a namorada

Polícia encontrou mulher com marcas de golpes no rosto e em partes de seu corpo

Pleno.News - 04/01/2023 15h26 | atualizado em 04/01/2023 16h42

Lutador Phil Baroni Foto: Reprodução/YouTube WBKFF

O ex-lutador do UFC Phil Baroni foi preso no último domingo (1°) em San Pancho, no México, sob suspeita de ter assassinado sua namorada em um motel. Ele teria chamado a polícia ao local, que encontrou a mulher sem vida. Baroni estaria sob influência de drogas e alegou que houve um acidente durante uma briga entre o casal.

O caso foi noticiado pelo jornal mexicano Tribuna De La Bahia. Phil Baroni se identificou como “Phillips” ao chamar a viatura policial, que fazia ronda pela área. Sua namorada, identificada como “Paola”, estava inconsciente em um quarto ao lado.

A mulher, que estava nua e coberta por um lençol, não tinha sinais vitais quando a polícia chegou ao local e apresentava marcas de golpes no rosto e em partes de seu corpo. Phil Baroni foi preso sob suspeita de homicídio e uma investigação está em curso para descobrir a real causa da morte de Paola.

Em seu depoimento, Baroni afirmou que, por volta das 15h (horário local) do último domingo, estava fumando maconha e bebendo cerveja no quarto antes de discutir com a namorada, que teria revelado ter tido relações sexuais com outro homem. Como reação, o lutador mandou que a mulher tomasse um banho. Quando ela se negou, Baroni a pegou pelo braço e a arremessou no banheiro.

Ela teria batido a cabeça e a nuca e Baroni tentou ajudar a levantar-se. Após alguns minutos, ela já não tinha mais sinais vitais. Ele teria tentado reanimá-la, segundo a versão contada pelo atleta, sem sucesso. Autópsias estão sendo realizadas no corpo da namorada para determinar a causa da morte.

Baroni teve passagens por algumas das principais organizações de MMA do mundo, como o UFC e o Bellator. Polêmico, foi suspenso em 2003, após golpear o árbitro Larry Landless em sua derrota para Evan Tanner, no UFC 45. Ele conta com 16 vitórias e 19 derrotas em seu cartel.

*AE

Leia também1 Homem que deu caneta a Lula diz que ela foi mais barata que "dose de conhaque"
2 Lula posta foto do caixão de Pelé e é criticado nas redes sociais
3 Guilherme Fiuza tem perfis bloqueados nas redes sociais
4 Em nota, Itamaraty critica Israel por visita em área de disputa
5 Fé: E-book fala sobre pilares para um bom matrimônio cristão

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.