Ex-atacante do Santos fala sobre luta contra a depressão

"Existe cura e a prova disso é que hoje eu estou aqui", disse Nilmar ao Esporte Espetacular

Pleno.News - 14/04/2019 16h13

Nilmar fala sobre a luta contra a depressão Foto: Reprodução

Fora dos campos há um ano e sete meses, o atacante Nilmar, que deixou o Santos após três meses, falou sobre sua luta contra a depressão. O desabafo aconteceu durante entrevista ao Esporte Espetacular, deste domingo (14). Aos 33 anos, Nilmar era dono de uma carreira de sucesso, mas aos poucos foi perdendo a vontade de jogar e só atuou por 39 minutos no time paulista.

Durante a entrevista feita por Roger Flores, ex-companheiro da época em que jogaram no Corinthians, o atacante explicou que dificilmente voltará aos gramados, mas diz estar curado e agradeceu o apoio da família.

– Até pouco tempo atrás eu não me sentia confortável. Eu tive o apoio da minha família mas onde eu diagnostiquei mesmo foi quando eu cheguei ao Santos. Antes mesmo do jogo com o Cruzeiro, na verdade, duas semanas antes, eu vinha me sentindo diferente, até mesmo nos treinamentos, naquele momento da ansiedade de voltar a jogar. Eu vinha de um ano muito conturbado nos Emirados e acredito que isso possa ter sido um dos gatilhos. Quem viveu isso sabe o que eu estou contando.

Nilmar passou a sofrer de insônia e recebeu apoio da equipe do Santos. Apesar de contar com apoio de psicólogo e psiquiatra, ele se cobrava muito em não querer estar naquela situação.

– Você não consegue sair, por mais que você lute, mais triste você fica, mais angústia… Só quem enfrentou, quem viveu próximo a isso, e o atleta profissional tem essa imagem de ser um super-herói. É uma infelicidade que você não tinha prazer em nada, nada te motivava, me dava prazer. Meus filhos chegavam da escola e eu não tinha forças para brincar com eles.

Casado com Luciana, o atleta encerrou a entrevista deixando um recado importante para o público.

– Existe cura e a prova disso é que hoje eu estou aqui. Eu consegui superar e estou superando. Cada dia é uma luta, com essas pessoas maravilhosas aqui do meu lado.

No Brasil, o Centro de Valorização da Vida é uma das instituições que dão apoio emocional e trabalham para prevenir o suicídio. Para pedir ajuda ligue para o número 188 ou acesse o site do CVV.

LEIA TAMBÉM+ Whindersson faz desabafo: "Quero ajuda, quero viver"
+ "De nada adianta números, se nos falta a presença de Deus"
+ J. Bieber: "Estávamos perdidos, mas Deus nos encontrou"


Clique para receber notícias
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo