Leia também:
X Pacientes graves com Covid-19 são propensos a arritmias

Especialista fala da volta dos campeonatos esportivos

Há riscos em retomar jogos ao lado de um hospital de campanha?

Camille Dornelles - 25/06/2020 11h13 | atualizado em 25/06/2020 12h54

Hospital de campanha no Maracanã Foto: Reprodução

Com o impasse entre a Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro, clubes e a prefeitura da cidade, a retomada do Campeonato Carioca vive um vai-e-vem que torna seu rumo incerto. Além da confirmação das datas, os locais de jogos também são alvo de impasses.

Um hospital de campanha do estado, por exemplo, foi construído no espaço bem ao lado do estádio do Maracanã, onde ocorreu o jogo entre Flamengo e Bangu, na última quinta-feira (18).

Para entender quais os cuidados que se deve ter para a retomada dos jogos no local, levando em conta que pacientes graves acometidos pela Covid-19 estariam nas instalações de saúde, o Pleno.News conversou com o biólogo César Carriço, doutor em Ciências e professor do IBMR.

Com o vai-e-vem do retorno do Campeonato Carioca, os clubes estão apreensivos sobre a segurança sanitária. O que deve ser levado em consideração antes dos jogos começarem?
Acredito que ainda é muito cedo para permitirem a abertura de estádios para qualquer tipo de jogo, pois ainda estamos em uma crescente nos números de contaminados e mortos pelo Covid-19 em todo o território nacional. Caso ocorra tal flexibilização, todos os protocolos preconizados pela OMS (Organização Mundial da Saúde) sobre a prevenção do Covid-19 deverão ser seguidos, como: uso de máscaras (se forem de tecidos ou descartáveis, devem ser trocadas a cada duas horas), lavagem das mãos com água e sabão e uso constante de álcool em gel, além de observar o distanciamento de um metro e meio entre as pessoas.

Especialista fala sobre problemas para a saúde com volta dos jogos Foto: Arquivo pessoal

Quais os cuidados que se deve ter no Maracanã, que abriga um hospital de campanha?
É muito importante seguir todas as recomendações preconizadas pela OMS. Também, embora eu acredite que seja cedo para a realização de jogos, caso ocorram, devem ser sem a presença de torcedores, não permitindo que cheguem próximos às mediações do Maracanã, pois o estádio abriga um hospital de campanha.

O trabalho do hospital de campanha pode ser prejudicado com as atividades esportivas?
Sim. Uma vez que o jogo pode gerar o surgimento de aglomerações e agitação na região, como o uso de cornetas, fogos de artifícios, entre outros, produzindo barulho perto de um hospital de campanha com pessoas em estado de saúde que precisa de cuidados.

Quais os riscos epidemiológicos para o retorno iminente das atividades esportivas?
A propagação e o aumento da circulação do vírus do Covid-19 podem ocorrer com o retorno iminente das atividades esportivas, gerando uma sobrecarga no setor hospitalar, com o aumento do número de caso.

Leia também1 Ferj suspende Campeonato Carioca e prolonga confusão
2 Para MP, Flamengo quebrou protocolo de segurança
3 Futebol brasileiro deve perder R$ 2 bilhões com paralisação
4 No Rio, médica é agredida por reclamar de festa clandestina
5 Grupo de 90 jovens cristãos se mobiliza em doação de sangue

WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.