Criador de vinheta processa Globo por não receber direitos

Sonoplasta foi o responsável pela produção de "Brasil-sil-sil"

Pleno.News - 09/10/2019 10h49

José Claudio Baredo, o Formiga Foto: Divulgação/SET

A famosa vinheta esportiva “Brasil-sil-sil”, que toca na Rede Globo, se tornou pivô de uma disputa judicial. O sonoplasta José Claudio Barbedo, o Formiga, foi o responsável pela trilha criada em 1968.

Formiga, em um dia de folga, foi até o estúdio da Rádio Globo captar a voz de Edmo Zarife e criar a vinheta. Ele foi funcionário do Grupo Globo durante 30 anos e agora exige que receba os direitos autorais da produção. O sonoplasta afirmou que a emissora não o pagou porque registrou a criação no nome dela, de forma irregular.

– A vinheta é uma criação minha. O que você tem na vinheta é um sinal eletrônico misturado com a voz do locutor da época, chamado Edmo Zarife. Quem criou o sinal eletrônico, quem dirigiu o Zarife na locução, quem fez todo o processo da vinheta foi eu. Quando eu entrei com um processo contra a Globo, em 2011, eu descobri que a Globo registrou a vinheta em nome dela. O meu processo é para que eles reconheçam meus direitos, por eles terem registrado, ilegalmente e injustamente, a Rádio Globo e o Edmo Zarife como criadores da vinheta. Ele foi apenas o locutor e teria o direito de receber o direito de voz dele, mas não a criação da vinheta. A criação é minha – declarou durante entrevista ao portal UOL.

Após sair da Globo, Formiga foi para a diretoria da Sociedade Brasileira de Engenharia de Televisão (SET). Ele presta consultoria a rádios e grupos de comunicação pelo Brasil.

LEIA TAMBÉM+ Novo modelo de contrato da Globo irrita apresentadores
+ Após 13 anos na Globo Minas, apresentadora deixa emissora
+ Nova série da Globo defenderá temas da esquerda política


Clique para receber notícias
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo