Leia também:
X Rio libera primeiros eventos com pessoas testadas e sem máscaras

Câmara ‘barra’ projeto de Carlos B. contra trans no esporte

Vereador queria impedir que pessoas trans participassem de competições em categorias diferentes de seu sexo de nascimento

Henrique Gimenes - 23/09/2021 16h34 | atualizado em 23/09/2021 17h28

Vereador Carlos Bolsonaro, do Rio de Janeiro Foto: Reprodução

A Câmara de Vereadores do Rio de Janeiro considerou como inconstitucional uma proposta para proibir que transexuais participassem em competições esportivas diferentes de seu sexo biológico que acontecessem na cidade. O texto foi apresentado pelo vereador Carlos Bolsonaro.

A ideia de Carlos era impedir que trans participassem de competições em categorias diferentes de seu sexo de nascimento, “já que a consequência prática dessa corrente de pensamento é o surgimento de homens tomando o espaço das mulheres nos esportes”.

O texto impediria a Prefeitura de autorizar eventos esportivos com pessoas trans em provas que não fossem referentes ao sexo biológico delas. Além disso, o pagamento de bolsas só poderia ser feito a atletas trans que disputassem nas mesmas condições.

O Projeto de Lei, no entanto, foi considerado inconstitucional pela equipe de consultoria e assessoramento legislativo da Câmara de Vereadores e, por isso, não pode tramitar na Casa. A decisão foi publicada nesta quinta-feira (23) no Diário Oficial.

De acordo com a coluna de Lauro Jardim, do jornal O Globo, o texto apresentado por Carlos Bolsonaro iria de encontro em três artigos da Constituição que definem a competência da União em temas como educação, cultura e esporte.

Leia também1 Projeto de Carlos obriga atletas a competir segundo sexo biológico
2 Delegado fará delação premiada caso seja preso: "Sei tanta coisa"
3 Ao STF, PGR volta a defender arquivamento de denúncia contra Lira
4 Aliados de Bolsonaro seguem como mais influentes na web
5 Ex-aliado afirma que Bolsonaro já se vacinou contra a Covid-19

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.