CORONAVÍRUS
- Tudo o que você precisa saber
-->
Leia também:
X Ex-auxiliar de Guardiola é o novo técnico do Flamengo

Atleta cristão não se ajoelha em ato do Black Lives Matter

"Ajoelhar-se e usar uma camisa não tem ligação com apoiar vidas negras", disse Jonathan Isaac, do Orlando Magic

Rafael Ramos - 01/08/2020 11h17

Jonathan Isaac não quis se ajoelhar em ato do Black Lives Matter Foto: Reprodução

A disputa entre o Orlando Magic e o Brooklyn Nets foi mais um jogo marcado por um ato organizado pelo Black Lives Matter. Atletas das duas equipes de basquete se ajoelharam com a camisa do movimento durante a execução do hino nacional dos Estados Unidos.

Entretanto, o jogador Jonathan Isaac, que faz parte do Orlando Magic, recusou se ajoelhar e vestir a camisa. Cristão, o atleta de 22 anos é pastor da J.U.M.P. Ministries Global Church, em Orlando.

– Ajoelhar-se e usar uma camisa, para mim, não tem ligação com apoiar vidas negras. Não acho que isso seja a resposta. Todas as vidas, na verdade, são suportadas pelo Evangelho. Somos todos pecadores e as respostas para os problemas mundanos, não apenas para o racismo, está na verdadeira palavra de Jesus Cristo.

Isaac revelou que todos os seus colegas de equipe sabiam de sua decisão. Até mesmo o técnico do time, Steve Clifford, apoiou as razões do atleta.

– Todos estamos ao lado de Jonathan. E, na verdade, essa é uma escolha pessoal. Não tem nenhuma obrigação de ser explicada ou justificada – afirmou o ala-armador Evan Fournier.

Caso semelhante aconteceu no beisebol quando o arremessador do San Francisco Giants, Sam Coonrod, não se ajoelhou com seus companheiros de time em apoio ao Black Lives Matter. Coonrod declarou que, como cristão, ele não pode se ajoelhar diante de nada além de Deus.

Leia também1 Cristão, Justin Bieber ajuda Kanye West e Kim Kardashian
2 Jovem cristão morto por bala perdida ia casar em setembro
3 Bella Falconi: "Meu maior alvo hoje em dia é buscar almas"
4 LGBTs pressionam e banco fecha conta de entidade cristã
5 Cristãos revelam os horrores das torturas 'pela fé' na China

Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo