Leia também:
X Punida por doping, Rafaela Silva está fora da Olimpíada de Tóquio

Após polêmica, Carol Solberg perde todos os patrocínios

Atleta perdeu apoio de empresas após manifestação política contra Bolsonaro

Paulo Moura - 22/12/2020 09h17 | atualizado em 22/12/2020 09h33

Carol Solberg agora está sem patrocínio Foto: Divulgação/FIVB

Pouco mais de três meses após a manifestação polêmica feita durante uma competição de vôlei de praia, a atleta Carol Solberg tem que lidar com uma nova realidade: a falta de patrocínio. Depois de gritar “Fora, Bolsonaro” ao vivo na TV, no dia 20 de setembro, Carol perdeu o auxílio das empresas que a apoiavam e agora está pagando sua equipe do próprio bolso.

– Sei que fechei portas com as marcas que não querem se envolver com política – disse a atleta à revista Veja Rio.

Carol Solberg até chegou a ser advertida por conta da manifestação política, registrada durante a cerimônia de premiação da etapa de Saquarema (RJ) do Circuito Brasileiro do Vôlei de Praia, em setembro. Entretanto, o Pleno do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) do vôlei absolveu Solberg no dia 16 de novembro.

A punição inicial, aplicada em primeira instância no dia 13 de outubro, havia sido de condenação para Carol, com base no artigo 191 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva – “deixar de cumprir ou dificultar o cumprimento de regulamento, geral ou especial, de competição”. Os auditores tinham aplicado multa de R$ 1 mil, convertida para advertência.

Leia também1 Flavio Bolsonaro deixa cargo na Mesa Diretora do Senado
2 Freixo defende que PSOL apoie bloco de Rodrigo Maia
3 STF: Moraes é definido relator de ação a favor de 'juiz de garantias'
4 Governo Bolsonaro: Relembre os feitos e conquistas em 24 meses
5 Deputado aciona Bial na Justiça após críticas a Bolsonaro

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.