Leia também:
X Felipe Melo: “Se deixar de torcer por política, não é torcedor”

Após decisão da Justiça, Djokovic é deportado e deixa a Austrália

Tenista decolou do país por volta das 23h, pelo horário local, com destino a Dubai

Paulo Moura - 16/01/2022 10h18 | atualizado em 16/01/2022 10h31

Djokovic deixou a Austrália com destino a Dubai Foto: EFE/EPA/James Ross

O tenista Novak Djokovic foi oficialmente deportado e deixou a Austrália em um voo que decolou por volta das 23h (pelo horário australiano, 9h pelo horário de Brasília) deste domingo (16). A saída do atleta do país da Oceania ocorreu após a decisão unânime de três juízes do Tribunal Federal da Austrália.

Ao chegar ao aeroporto de Melbourne, agentes federais escoltaram Djokovic e sua equipe do salão de negócios até o portão, onde ele embarcou em um voo da Emirates com destino a Dubai. Em uma verdadeira novela, o sérvio foi detido pelas autoridades de imigração em 6 de janeiro, liberado no dia 10, e detido novamente no dia 15.

Após a decisão dos juízes, Djokovic disse que ficou extremamente desapontado, pois isso significava que ele não poderia participar do Aberto da Austrália. O tenista havia apelado contra o uso de poderes discricionários do ministro da Imigração, Alex Hawke, que cancelou o visto mesmo após uma decisão judicial favorável ao tenista.

– Respeito a decisão do Tribunal e vou cooperar com as autoridades competentes em relação à minha saída do país – disse Djokovic em um comunicado, desejando boa sorte no torneio.

O juiz James Allsop, um dos magistrados a decidir a questão, disse que a decisão da Justiça foi baseada na legalidade da decisão do ministro Hawke, no contexto dos três fundamentos de apelação apresentados pela equipe jurídica de Djokovic, e que não foi avaliada na análise o mérito da decisão do ministro.

– Não faz parte da função do tribunal decidir sobre os méritos ou sabedoria da decisão – completou Allsop.

Leia também1 Justiça australiana nega recurso, e Novak Djokovic será deportado
2 Felipe Melo: "Se deixar de torcer por política, não é torcedor"
3 Sequestro em sinagoga: Reféns são soltos; sequestrador é morto
4 Morre, em Aracaju, o empresário João Tarantella
5 Estados Unidos: Homem armado faz reféns em sinagoga

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.