Leia também:
X Arlindo Cruz deve ter alta hospitalar ainda este mês

Whindersson Nunes muda rotina para cuidar da saúde

YouTuber descobriu gordura no fígado e decidiu melhorar os hábitos alimentares e fazer caminhada para perder peso

Ana Luiza Menezes - 12/06/2018 16h45 | atualizado em 12/06/2018 17h37

Whindersson Nunes mudou hábitos alimentares e começou a se exercitar após descobrir gordura no fígado Foto: Reprodução/ Instagram

No domingo (10), youtuber Whindersson Nunes compartilhou uma publicação nas redes sociais sobre seus cuidados com a saúde após descoberta de gordura no fígado.

– Fiz um exame e a doutora disse que eu tinha gordura no fígado e que podia evoluir para um câncer. Comecei a correr há 43 dias – escreveu ele.

No post, Whindersson mostrou uma foto sem camisa para mostrar que conseguiu diminuir o tamanho de sua barriga.

Outro motivo que levou o youtuber a mudar hábitos alimentares para perder 30 quilos é a gravação de um filme no qual ele interpretará a si mesmo.

– Eu vou fazer eu em 2013. Eu vou ter que emagrecer 30 quilos. Ficar magrelão mesmo, aquele que aparece o osso – revelou Whindersson no Instagram.

O caso dele serviu para reforçar os alertas que os médicos vêm emitido sobre a necessidade de fazer atividades físicas e cuidar da saúde.

Esteatose hepática, conhecida como acúmulo de gordura no fígado, pode gerar um processo inflamatório crônico, causando cirrose ou câncer. O principal fator de risco da doença é o sobrepeso e a obesidade. Por isso, o tratamento geralmente envolve programas de emagrecimento, com a prescrição de dieta e exercícios.

No Brasil, o câncer de fígado é o sexto tipo mais letal. Segundo o Instituto Nacional de Câncer (INCA), a taxa de mortalidade é de 4,33 pessoas por 100 habitantes.

Especialistas afirmam que é necessário evitar o abuso de álcool e identificar sinais precoces da doença. Eles afirmam ainda que o consumo exagerado de carne vermelha processada também aumenta o risco de gordura no fígado, uma vez que este alimento está associado à esteatose hepática e resistência à insulina.

INVESTINDO NA PREVENÇÃO
Médicos afirmam ainda que a falta de rotina para alimentação e consumo de lanches em redes fast-food são características de jovens sedentários e mais propensos a diversas doenças.

Segundo Francisco Tostes, endocrinologista da Socidade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM), o melhor tratamento é a prevenção.

– Adotar hábitos melhores é o ideal para evitar doenças no futuro. Não podemos achar natural que pessoas com menos de 30 anos fiquem doentes, só porque não se alimentam direito – disse o médico.

Ele afirmou que por causa da rotina mais acelerada, as pessoas têm abandonado a alimentação saudável, o que favorece não apenas o excesso de gordura no fígado, mas também outras doenças como diabetes e colesterol alto.

NOVAS FORMAS DE TRATAR DA DOENÇA
Pesquisadores da Universidade de São Paulo (USP), mostraram em um novo estudo que o laser infravermelho pode ajudar a acelerar o processo de diminuição da gordura no fígado durante as atividades físicas.

Durante dois meses, voluntários da pesquisa fizeram uma hora de exercícios aeróbicos e musculação e, em seguida, passaram por uma sessão de dez minutos de aplicação de uma luz proveniente de quatro placas com 16 emissores de laser. As placas foram colocadas sobre o abdômen, quadríceps, os glúteos e bíceps, estimulando gasto de energia acumulada.

O resultado da USP revelou que a ação do laser, somada à prática de exercícios físicos e educação nutricional, reduziu de 80% a 90% as enzimas hepáticas responsáveis pelo metabolismo de várias ações do fígado.

Leia também1 Arlindo Cruz deve ter alta hospitalar ainda este mês
2 Internautas festejam fotos de recuperação de Arlindo Cruz
3 Marília Mendonça canta em homenagem a Ludmila Ferber

Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.