Leia também:
X ‘Celebrar quando pessoa perde emprego pelo que disse é errado’

Morte de Tom Veiga completa 1 ano, e viúva faz homenagem

Cybelle Hermínio contou como recebeu a notícia e lamentou os ataques nas redes

Gabriela Doria - 01/11/2021 19h27

Cybelle Hermínio contou nas redes sociais sobre o processo de luto Foto: Divulgação RecordTV

Um ano após a morte de Tom Veiga, o eterno Louro José, a viúva do ator usou as redes sociais para homenagear o marido. No Instagram, Cybelle Hermínio lembrou dos momentos após receber a notícia da morte de Tom.

– Há um ano, eu acordava mais um dia sem apetite, caminhava até a varanda com o livro que já tinha tentando começar a ler inúmeras vezes e li um capítulo. Depois disso existe um blackout até o início das 16h. Naquela tarde, eu estava na sala com a TV ligada e com o app do iFood aberto selecionando um japonês para pedir, liguei para minha mãe antes de fechar o pedido – descreveu.

Em seguida, Cybelle conta que ficou sabendo da trágica notícia através de uma chamada de vídeo com seus pais.

– Não durou muito, em menos de 1 minuto de ligação de vídeo, meu pai sai gritando do quarto até a sala onde minha mãe estava: ‘o Tom , o Tom , o Tom morreu’. Eu não ouvi direito, minha mãe com uma cara que eu não consigo descrever repete com ar de incrédula: ‘minha filha , o Tom acabou de falecer’ – legendou.

Ela conta que sua reação, naturalmente, foi de choque.

– Sabe quando você não crê? Eu fiquei em choque, não conseguia falar, fiquei alguns minutos imóvel com a chamada ainda ligada com meus pais, enquanto tudo ao meu redor girava. Eu ouvia lá longe eles do outro lado tentando me acalmar: ‘filha , calma, calma’. Quando destravei, tremendo falei: ‘eu vou lá agora’. Na minha cabeça não era verdade aquilo, não podia ser. Ao desligar, meu telefone travou de tanta mensagem e ligações que comecei a receber – lembrou.

Cybelle encerra o relato detalhando os dias que se sucederam após a morte do ator, bem como o processo de luto que ainda vive. Ela ainda desabafou sobre a reação nas redes sociais e as manifestações ofensivas de internautas.

– Eu nunca chorei tanto na minha vida. A noite caiu, e eu, que ainda não acreditava na sua partida, tive que entender que ela de fato aconteceu quando a única imagem que vi foi aquele saco preto saindo com você dentro. Que dor. Ainda bem que meu pai tava lá comigo. O restante daquela noite eu não dormi. Meu celular não parava, seguidores triplicando por tragédia, como pode isso? Mensagens tão absurdas que meu irmão chegou aqui em casa às 5 da manhã e excluiu minhas redes ao ver o meu estado. Os dias seguintes e os meses seguintes? Nunca poderia imaginar no que eu precisaria enfrentar. Minha família foi sensacional comigo, minha psicóloga e alguns poucos amigos que me permiti falar em meses de tão mal que eu fiquei. O mundo é cruel – disse.

“1 ano, agora eu conheço mais sobre a morte e mais sobre a vida. Fica bem e em paz”, encerrou.

Leia também1 'Celebrar quando pessoa perde emprego pelo que disse é errado'
2 Ingrid Guimarães mostra papel higiênico com rosto de Trump
3 Frias quer proibir passaporte de vacina em projetos da Rouanet
4 Danilo Gentili critica globais e a seletividade do cancelamento
5 Saída de Cissa Guimarães cria tensão nos bastidores da Globo

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.