Leia também:
X De vestido transparente, Juliette é barrada em igreja de Barcelona

VÍDEO! Sikêra tira do ar repórter que defendia zagueiro Renan

Jogador teria atropelado e matado um motociclista em São Paulo após consumo de álcool

Gabriel Mansur - 24/07/2022 18h55 | atualizado em 25/07/2022 13h03

Sikêra Júnior durante programa Foto: Reprodução/Alerta Geral

Conhecido por não ter papas na língua, o apresentador Sikêra Júnior se revoltou com um repórter durante o programa Alerta Geral, da Rede TV, e o retirou do ar no meio de uma reportagem ao vivo. O caso aconteceu nesta sexta-feira (22).

O jornalista Edie Polo falava de São Paulo sobre o caso do zagueiro Renan, do Bragantino, que se envolveu num acidente de carro após ter ingerido gin, como afirmou a Polícia Rodoviária Estadual, e provocou a morte de um motociclista de 38 anos nesta sexta, em Bragança Paulista. Polo dizia que o jogador é “um menino do bem” quando começou a discussão. Veja o vídeo, na sequência.

– Eu fico até meio emocionado porque eu, particularmente, conheço Renan. Você sabe da minha paixão pelo Palmeiras… Eu conheço todo o ambiente, é complicado. Já falei diversas vezes com Renan, é um menino do bem, só que se envolveu aí… Sabe… Mas não sabe se é um vício, enfim… – relatava Edie, quando foi interrompido por Sikêra Júnior.

O apresentador se revoltou com as declarações e mandou a direção do programa tirar o jornalista do ar.

– Pode parar! Eu entendo a sua paixão pelo time, pelo que você quiser, mas vai à m**** pra essa m**** de comentário aqui que “eu conheço”, “que é um “bebezinho de 20 anos”. Ele fez uma m****. Não é a primeira… Cala a boca que eu estou falando. Eu não quero nem saber de sua paixão pelo Palmeiras, isso é problema seu. Eu vou tirar você do ar, pode tirar – desabafou Sikêra, que faz o programa direto da TV A Crítica, em Manaus, afiliada da Rede TV!.

– Vinte anos é o cacete. 20 anos faz menino, 20 anos mata. Pensa nas filhas da mulher lá que ele deixou órfãs… Que isso… Vai a m****. Matou, matou! Não quis fazer teste do bafômetro, por quê? – completou Sikêra.

O atrito ocorreu um dia antes de o zagueiro sair da prisão mediante ao pagamento da fiança no valor de R$ 242 mil. Renan recebeu liberdade provisória enquanto aguarda o julgamento.

O zagueiro iráresponder por homicídio culposo – quando não há intenção de matar – na direção de veículo automotor, com os agravantes de estar sob influência de álcool e não ser habilitado. Durante o período de permissão da CNH, ele cometeu uma infração grave e perdeu a habilitação.

De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro, a pena inicial para quem pratica homicídio culposo na direção de veículo automotor é de dois a quatro anos. Apesar disso, no caso de Renan, a pena pode ser aumentada e chegar a dez anos. Isso por causa das qualificadoras apontadas pela Polícia Civil por dirigir sob influência de álcool e não ser habilitado para dirigir.

Leia também1 Zagueiro Renan bebeu gin antes de acidente fatal, diz Polícia
2 Zagueiro Renan é preso após acidente que resultou em morte
3 Renan sai da prisão após pagar R$ 242 mil de fiança

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.