Leia também:
X Taís Araújo critica o governo Bolsonaro: “4 anos infernais”

Vanique processa Globo para ter salário de Bocardi e Tralli

Jornalista pede equiparação salarial com colegas durante o período em que trabalhou na emissora

Paulo Moura - 11/04/2022 09h44 | atualizado em 11/04/2022 11h36

Gloria Vanique durante o período em que trabalhava na Globo Foto: Reprodução/TV Globo

Funcionária da Globo até 2020, a jornalista Gloria Vanique decidiu ingressar com um processo contra a emissora pedindo reparação e equiparação salarial com os ganhos dos ex-colegas Rodrigo Bocardi e César Tralli. A ação seria motivada pelo fato de que, segundo Vanique, ela exercia função de apresentadora, mas não era remunerada de acordo com o cargo.

A informação sobre o processo foi divulgada pelo site Notícias da TV nesta segunda-feira (11). De acordo com a publicação, a ação foi aberta no ano passado, mas ainda não teria previsão para ser julgada.

Vanique entrou na emissora em 2007 e durante oito anos recebeu salários de repórter. Em 2017, ela até chegou a ter uma melhora salarial, mas o aumento foi relacionado ao status de “repórter de rede”, nome dado aos jornalistas que podem ser aproveitados nos noticiários nacionais, como o Bom Dia Brasil, Hora 1, Jornal Hoje, Jornal Nacional e Jornal da Globo.

Entretanto, entre 2012 e 2020, a jornalista foi coapresentadora do Bom Dia São Paulo e chegou até a comandar o jornalístico, além do SP1 e SP2, nas folgas dos titulares. Após a saída dela da emissora, em outubro de 2020, a Globo optou por um revezamento de profissionais em seu lugar, que incluiu nomes como de Luiza Vaz e Sabina Simonato.

No processo, Vanique não teria estipulado um valor para a Globo pagar, mas deixou a decisão para o Judiciário. A prática segue a mesma linha adotada pela âncora Adriana Araújo no processo que a profissional moveu contra a Record. Na ocasião, a Justiça deu ganho para Adriana, reconheceu que ela recebia menos do que deveria, e ainda ordenou um pagamento de R$ 500 mil.

Leia também1 Terceiro senador decide retirar assinatura para CPI do MEC
2 Na França, Macron e Le Pen vão reeditar segundo turno de 2017
3 Elon Musk decide que não fará parte do conselho do Twitter
4 Taís Araújo critica o governo Bolsonaro: "4 anos infernais"
5 RJ: Irmão de agente da PRF é queimado vivo por traficantes

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.