Leia também:
X Jair Bolsonaro visita sede da CNN Brasil, em São Paulo

Sikêra sobre Xuxa: ‘Me deixe em paz! Não sei que tara é essa no meu dinheiro’

Comunicador disse ainda que apresentadora deve mudar nome no cartório se não quiser ser chamada de 'Dona Maria'

Ana Luiza Menezes - 25/11/2020 19h48 | atualizado em 25/11/2020 20h18

Sikêra Jr. Foto: Reprodução

Nesta quarta-feira (25), o apresentador do programa Alerta Nacional, Sikêra Júnior, comentou a derrota judicial de Xuxa Meneghel em um processo contra ele. A ‘Rainha dos Baixinhos’ tinha movido uma ação solicitando que Sikêra fosse proibido de usar o nome dela, ou fazer quaisquer referências a ela, durante a atração televisiva.

O apresentador pediu que Xuxa o deixe trabalhar em paz. Ele sugeriu ainda que se a loira não gosta de ser chamada de ‘Dona Maria’ por ele, que procure um cartório para trocar de nome, visto que seu nome é Maria da Graça Xuxa Meneghel.

– Eu vou tocar nesse assunto e espero que seja a última vez, pelo amor de Deus. Nós vencemos mais uma [batalha] na Justiça, graças a Deus. Dona Maria não quer que eu a chame de ‘Dona Maria’. É o seu nome. Vai no cartório e muda. É preconceito com o nome ‘Maria’? Me deixe em paz, Dona Maria. Vá viver a sua vida, faça o que a senhora quiser, abrace a causa que a senhora quiser, mas me deixe em paz, me deixe trabalhar. Que a senhora preencha a sua cabeça. Acho que está faltando para a senhora é trabalho, é ocupação. Eu não dependo da senhora para nada e nem a senhora depende de mim. Eu não sei que tara é essa no meu dinheiro. São dois processos que eu ganho, me deixe em paz, Dona Maria – declarou ele.

ENTENDA O CASO
Xuxa Meneghel sofreu um novo revés na Justiça em uma ação envolvendo Sikêra Júnior. Após ter negado o pedido para que o programa de Sikêra fosse retirado do ar e que o registro de jornalista do comunicador fosse cassado, Xuxa agora foi derrotada em uma ação em que solicitava que o apresentador fosse proibido de usar o nome dela, ou quaisquer referências a ela, durante a atração televisiva.

O novo pedido foi negado pela juíza Glaucia Lacerda Mansutti, da 45ª Vara Cível do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP). Em decisão tomada na última sexta-feira (20) e divulgada pelo TJSP na segunda-feira (23), a magistrada afirmou que não podia atender a solicitação da apresentadora “sob pena de indevida censura à liberdade de manifestação”.

– Proibir o requerido [Sikêra Júnior] de mencionar o nome da autora [Xuxa], pessoa pública, em seu programa televisivo, o qual possui cunho jornalístico, poderia implicar censura prévia, o que também é vedado – apontou a juíza.

Na última quarta-feira (18), o juiz César Peixoto já havia rejeitado um pedido feito pela apresentadora Xuxa Meneghel com o objetivo de tirar o programa Alerta Nacional, de Sikêra Jr, do ar. Ela decidiu acionar a Justiça após ser chamada de pedófila por Sikêra. A decisão de negar o pedido também havia apontado que atender ao pedido de Xuxa poderia configurar censura.

Leia também1 Sikêra diz que PSOL quer sua prisão: "Bando de hipócritas"
2 Sikêra Jr. se ajoelha e faz oração para agradecer vitória judicial
3 Xuxa tem novo pedido negado pela Justiça contra Sikêra Jr.
4 Juiz nega pedido de indenização de modelo trans contra Sikêra Jr.
5 Xuxa sofre derrota e programa de Sikêra Jr. continua no ar

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.