Leia também:
X Ministro nega recurso da Globo para exibir documentos de Flavio

Record demite jornalista que virou réu por assédio sexual

Gerson Dias de Souza é acusado de ter praticado crime de importunação na redação do Domingo Espetacular

Ana Luiza Menezes - 19/10/2020 20h00 | atualizado em 19/10/2020 20h01

Gérson de Souza Foto: Reprodução

O jornalista Gerson Dias de Souza foi demitido da Record, na última sexta-feira (16). Ele é acusado de ter cometido assédio sexual contra mulheres, na redação do programa Domingo Espetacular.

Segundo o site Notícias da TV, a emissora aguardava o desfecho das investigações para demitir Gerson, que agora é réu na Justiça de São Paulo pelo crime de importunação sexual em uma ação movida por quatro vítimas.

A emissora confirmou a demissão, mas não comentou o caso. Gerson estava afastado da Record desde maio do ano passado e teria recebido salário até o anúncio de sua saída.

Em agosto, a promotora Maria do Carmo Galvão de Barros Toscano, do Ministério Público de São Paulo, denunciou o jornalista pelo crime de importunação sexual contra quatro jornalistas da Record.

Leia também1 MP denuncia repórter por crime de importunação sexual
2 Repórter é acusado de assédio sexual contra mulheres
3 Ministro nega recurso da Globo para exibir documentos de Flavio
4 Após Márcio Gomes, CNN Brasil mira em Sandra Annenberg
5 Globo: Jornalistas têm números vazados e recebem ameaças

WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.