Leia também:
X TV Globo prepara novos cortes e gera tensão nos bastidores

Porta dos Fundos volta a zombar da fé cristã em especial de Natal

Novo projeto vai mostrar "a verdadeira história por trás do golpe que levou à crucificação de Jesus Cristo"

Rafael Ramos - 23/09/2020 15h56

Porta dos Fundos prepara novo especial zombando da fé cristã Foto: Reprodução

A fé cristã voltará a ser escarnecida pelo Porta dos Fundos em seu novo especial de Natal com previsão de estreia na primeira semana de dezembro. Com o título Teocracia em Vertigem (The Edge of Theocracy), em alusão ao documentário Democracia em Vertigem, de Petra Costa, o projeto pretende contar “a verdadeira história por trás do golpe que levou à crucificação de Jesus Cristo”. Petra, inclusive, fará uma participação no filme.

Teocracia em Vertigem terá 25 depoimentos de personagens que teriam ligação com Cristo, como os apóstolos, Pôncio Pilatos e testemunhas anônimas da história. O roteiro é de autoria de Fábio Porchat, que pretende fazer analogias com a atual situação do país e do mundo.

– Cristo mereceu. Quem mandou defender bandido, defender prostituta – diz um dois depoimento do longa, que ainda mostra Pilatos querendo erguer um muro em Jericó para evitar a entrada de imigrantes em alusão ao presidente americano Donald Trump.

O novo especial de Natal chega um ano após a polêmica gerada com A Primeira Tentação de Cristo, lançado em 2019. O filme exibido pela Netflix entrou em choque com vários grupos religiosos ao sugerir um romance gay entre Jesus (Gregório Duvivier) e Satanás (Porchat), além de uma relação a três entre Deus (Antonio Tabet), José (Rafael Portugal) e Maria (Evelyn Castro).

A sátira ainda mobilizou parlamentares e foi alvo de um abaixo-assinado que, atualmente, conta com quase 3 milhões de assinaturas. O filme foi proibido até em Singapura e, na época do lançamento, a sede do Porta dos Fundos foi alvo de um ataque de coquetéis molotov. O empresário Eduardo Fauzi, acusado de integrar o grupo que coordenou a ação, teve sua prisão preventiva decretada pela Justiça na segunda-feira (21).

A estreia de Teocracia em Vertigem também marca o fim da parceria entre o Porta dos Fundos e a Netflix, que não inscreveu o especial no Emmy Internacional. Assim, o grupo decidiu exibir o filme em seu canal no YouTube. A sociedade entre o Porta e a plataforma de streaming iniciou em 2018 com o lançamento do filme Se Beber, Não Ceie, que chegou a ganhar o Emmy com uma paródia da Última Ceia com base no filme Se Bebe, Não Case, estrelado por Bradley Cooper.

Leia também1 Veja outros títulos da Netflix que zombam de Deus e da fé
2 Há 7 anos no ar, relembre as polêmicas do Porta dos Fundos
3 Em meio à polêmica, Netflix é derrotada na noite do Emmy
4 Youtuber iraniano critica filme do Porta dos Fundos
5 Ateu, Porchat debocha: "Vou me resolver com Deus"

WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.