Leia também:
X Cantora Marine Friesen lança single Jesus pela MK Music

Nova CEO da Marvel pode mudar nome X-Men em prol da inclusão

Para Victoria Alonso, o nome da franquia está "desatualizado"

Pleno.News - 24/09/2021 15h52 | atualizado em 24/09/2021 16h56

Personagens mutantes do filme X-Men: Apocalipse Foto: Divulgação / Marvel

A Disney decidiu promover a produtora Victoria Alonso ao cargo de presidente de efeitos visuais, pós-produção física e produção de animações na Marvel Studios. A chegada da executiva ao cargo de CEO pode significar uma mudança significativa na franquia X-Men.

Acontece que Alonso, que está há 15 anos na empresa, já deu declarações anteriores à sua promoção sobre o nome da equipe de mutantes da Marvel estar ultrapassado. Isso porque a expressão X-Men (homens X, em tradução livre) não seria inclusiva, por não abranger mulheres ou a comunidade LGBT.

– É engraçado que as pessoas chamem de X-Men. Há um monte de super-heróis femininos naquele grupo. Então, eu acho que está desatualizado – disse ela, em entrevista ao portal Nuke The Fridge, em 2019.

No mesmo ano, Victoria afirmou, em Reddit oficial da Marvel, que sua equipe estava “trabalhando ativamente” para tornar o seu universo da empresa “mais diversificado e inclusivo possível”. “Seja paciente conosco”, pediu ela aos fãs.

Em julho de 2021, Alonso prometeu novidades no que diz respeito à diversidade nas produções da Marvel, ao ser questionada sobre a revelação de que o personagem Loki era gênero fluido, ou seja, que não se identifica com uma única identidade de gênero, mas pode fluir entre várias de tempos em tempos.

– Há muitas coisas que surgirão que acho que representarão o mundo de hoje – assinalou Victoria, em entrevista à revista Variety.

Embora o nome X-Men não seja benquisto pela nova CEO, a decisão seria um passo delicado que pode trazer consequências negativas para a Disney. Isso porque a marca é conhecida em todo mundo, e a mudança poderia prejudicar a sua identificação, já muito consolidada.

Victoria começou sua história na empresa em 2006, trabalhando com efeitos visuais e pós-produção, além de ser coprodutora em filmes como Homem de Ferro, Thor e Capitão América: O Primeiro Vingador. Em 2011, ela foi promovida a produtora executiva dos Vingadores, e este ano chegou ao cargo de CEO da empresa.

Leia também1 Urach revela internação e culpa Universal: 'Me sinto roubada'
2 Sindicato dos Artistas nega registro para Juliette, ex-BBB
3 Ator do SBT achado com saco na cabeça teve morte acidental
4 Se não for candidato do PSL, Datena pode ser vice de Ciro
5 Pompeo sobre fim do casamento: 'Diabo quis roubar meu sonho'

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.