Leia também:
X Ex-jornalista da Globo conta como era a rotina na emissora

MPF entra com ação contra Globo e pede R$ 14 milhões

Motivo é a exibição de um programa fora do horário adequado

Henrique Gimenes - 08/04/2019 17h46 | atualizado em 08/04/2019 18h19

MPF entra com nova ação contra a Rede Globo Foto: Reprodução

Mais uma notícia ruim para a Rede Globo. O Ministério Público Federal (MPF) em Minas Gerais entrou com uma ação civil pública contra a emissora por causa da exibição do programa O Álbum da Grande Família fora do horário recomendado. O órgão pede uma indenização por danos morais coletivos no valor de R$ 14,8 milhões.

De acordo com o MPF, o programa possui classificação indicativa não recomenda para menores de 12 anos, o que impede que a atração seja exibida antes das 20h. Antes desse horário, somente programas com fins educativos, artísticos, culturais e informativos podem ser transmitidos.

Além da indenização, o órgão também pede o pagamento de um multa diária no valor de R$ 30 mil. Para o procurador Fernando de Almeida Martins, o programa contém cenas de drogas lícitas e conteúdo sexual, o que “ofende diretamente os interesses e direitos do público infantojuvenil brasileiro, razão pela qual tal conduta deve ser veementemente combatida”.

– As consequências nefastas da conduta da Globo perpetuarão e poderão ser verificadas na adolescência e na idade adulta de crianças e adolescentes que tiveram acesso ao seu conteúdo, irradiando seus efeitos nocivos para além do período de visitação. Pode parecer banal, a princípio, mas, definitivamente, não é – explicou.

A Procuradoria da República em Minas informou que notificou a emissora em fevereiro. Como não recebeu resposta, decidiu entrar com a ação.

Leia também1 Ex-jornalista da Globo conta como era a rotina na emissora
2 Dono da RedeTV! provoca a Globo: "Deviam ter vergonha"

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.