Leia também:
X Jovem Pan rebate acusações de esquema interno de corrupção

MDB oficializa pré-candidatura de Simone Tebet à Presidência

Parlamentar trabalha para afastar imagem de vice

Pleno.News - 08/12/2021 13h00

Senadora Simone Tebet
Senadora Simone Tebet Foto: Agência Senado/Jefferson Rudy

O MDB formalizou nesta quarta-feira (8) a pré-candidatura da senadora Simone Tebet (MS) para a Presidência da República em 2022. A decisão foi aprovada por filiados durante ato em um hotel na Asa Sul, em Brasília.

O lançamento conta com a presença de lideranças do MDB e caciques de outros partidos, como o presidente do PSL, Luciano Bivar, que fechou uma fusão com o DEM para fundar o União Brasil, e o presidente do PSDB, Bruno Araújo Essas legendas também disputam o espaço da terceira via para tentar se viabilizar em 2022.

Entre os governadores do MDB, estavam presentes no evento Ibaneis Rocha (Distrito Federal) e Helder Barbalho (Pará). Renan Filho (Alagoas) não compareceu.

Um grupo de militantes resgatou bandeiras do partido confeccionadas para a convenção do MDB de 2019, que colocou Baleia Rossi no comando da sigla. Durante o lançamento da pré-candidatura de Simone Tebet, Baleia Rossi classificou a decisão como um “dia histórico” para a legenda.

Única mulher até agora a ter o nome colocado na disputa e fortalecida por uma participação importante da CPI da Covid, Simone terá o desafio de fazer seu nome decolar mais rapidamente do que a ação dos partidos que desejam ter o apoio do MDB para seus próprios candidatos.

*Com informações da AE

Leia também1 STF prevê gastar R$ 16 milhões para custear recepcionistas
2 PGR é contra ação aberta por ex-ministros por fala de Bolsonaro
3 Governo cria programa que leva internet grátis para estudantes
4 TRF-1 anula condenação por fraude no FGTS contra Cunha
5 Guedes: "Privatizar a Petrobras não está na lista no 1º governo"

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.