Leia também:
X Depois de mais de uma semana internada, Palmirinha deixa UTI

Letícia Spiller diz que Melhem é ‘pessoa querida de bom coração’

Atriz disse ter sido duro receber as notícias sobre o assédio e afirmou já ter ouvido sobre outros casos na Globo

Henrique Gimenes - 09/12/2020 17h57 | atualizado em 09/12/2020 18h11

Letícia Spiller diz que Melhem é ‘querido e tem bom coração’ Foto: Arte/Pleno.News

Nesta terça-feira (9), a atriz Letícia Spiller comentou os casos de assédio contra a atriz Dani Calabresa e outras profissionais na TV Globo, disse que é duro receber uma notícia assim de “uma pessoa querida” como Marcius Melhem e afirmou que já ouviu sobre outros casos de assédio na emissora. As declarações foram dadas durante uma entrevista ao programa Reclame, da Rádio Play FM.

O caso voltou às discussões nas redes sociais após a revista Piauí detalhar, na sexta-feira (4), os episódios de assédio sexual envolvendo Marcius Melhem contra a atriz Dani Calabresa e outras funcionárias da TV Globo.

Um deles ocorreu em 2017, quando Dani Calabresa foi agarrada por Melhem na saída de um banheiro. De acordo com a reportagem, a atriz foi imobilizada contra a parede, mas conseguiu virar o pescoço para evitar um beijo forçado. Melhem então conseguiu lamber o rosto dela e ainda colocou o órgão genital para fora da calça.

Letícia Spiller foi questionada sobre as denúncias e disse nunca ter sofrido nada do tipo. Ela contou, no entanto, que ouviu vários casos parecidos dentro da Globo.

– Eu tive a sorte de nunca ter sofrido esse tipo de coisa, porque eu acho que se tivesse sofrido, ia botar a boca no mundo na hora (…) Por um lado acho muito bacana, as mulheres estão tendo mais voz. Mas por outro eu acho que demorou muito para fazer essa denúncia. Eu já ouvi outros casos de assédio, de diretores que abusam do poder para assediar uma jovem atriz (…) Teve vários casos de várias pessoas diferentes, não só o Marcius. O Marcius está virando o cara, mártir da situação. Mas tiveram muito outros casos na empresa que a gente sabe – apontou.

A artista ainda estranhou a “demora” da denúncia e disse que Melhem nunca pareceu uma pessoa que pudesse fazer “algo tão agressivo”.

– Agora, não concordo com essa demora. Não concordo em fazer uma denúncia tanto tempo depois. Porque, do outro lado, a gente fala “por que demorou tanto para fazer essa denúncia?”. E por outro lado, conheci o Marcius e ele nunca me pareceu uma pessoa que fizesse algo tão agressivo. É uma pessoa muito querida (…) É duro receber uma notícia assim de uma pessoa querida, de bom coração. Por outro lado acho que as mulheres têm de ter coragem para falar. Esse tipo de coisa não pode existir – ressaltou.

A artista então foi corrigida pela entrevistadora, que disse que a denúncia já havia sido feita internamente.

Leia também1 Após críticas, Jornal Nacional noticia assédio de Melhem
2 Em nota, OAB repudia postura de Melhem contra advogada
3 Hélio de la Peña ironiza a Globo por "esconder" caso de assédio
4 Melhem: "Fui tóxico, mas jamais tive relação não consensual"
5 Danilo Gentili critica "silêncio da esquerda" sobre Dani Calabresa

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.