Leia também:
X Gloria Perez homenageia a filha em aniversário de assassinato

Juliana Paes é atacada na web, acusada de apoiar Bolsonaro

Internautas resgataram declarações de 2019 da atriz dizendo que não boicotaria o presidente

Thamirys Andrade - 28/12/2020 18h16 | atualizado em 29/12/2020 17h22

Nesta segunda-feira (28), Juliana Paes foi atacada por internautas no Twitter, acusada de apoiar o presidente Jair Bolsonaro. O nome da atriz se tornou um dos assuntos mais comentados na rede social, quando internautas trouxeram à tona declarações de 2019 da artista, feitas em entrevista ao jornal O Globo. Na ocasião, ela afirmou que torcia para que o país desse certo e disse que não boicotaria o presidente.

– Torço para que o país dê certo, independentemente de quem esteja em Brasília. Não bato palma para tudo que o presidente Jair Bolsonaro diz, mas vamos apoiar já que ele está lá. Não vou boicotar. Essa polarização é boba – externou ela.

Os internautas de esquerda consideraram a fala como uma expressão de que a atriz possui ideologias partidárias ao governo e a criticaram nas redes.

A Juliana Paes se vestiu de luto contra o PT, atacou a Dilma e defendeu o golpe contra a Presidenta. Agora, a “grande atriz” diz que devemos apoiar o inominável porque ele está lá. Apoie você um fascista. Esse sempre foi seu lado, mas não venha bancar a isenta… cretinice tem limite – escreveu um dos usuários.

Há, no entanto, aqueles que defenderam a liberdade de pensamento da atriz e o seu direito de torcer pelo melhor para o Brasil.

– Hoje em dia a pessoa não pode ter a opinião e ser neutra e desejar o melhor para os outros. Infelizmente existem pessoas que, se não forem a favor do que elas querem, simplesmente não prestam e não servem mais. Mas é aí que você conhece quem é quem de verdade. Juliana, você é 10.

Em julho de 2019, a atriz já havia dito no Twitter que suas opiniões políticas são particulares e que ela não deseja ser rotulada por nenhum dos lados.

– Não sou [bolsonarista] não. Minha posição política é bem particular e vivem querendo me rotular, me colocar de um lado ou [de] outro. Já me acostumei a inventarem coisas sobre mim – escreveu.

Leia também1 Juliana Paes sobre Bolsonaro: "Eu apoio. Não vou boicotar"
2 Seguidor chama Juliana Paes de bolsominion e leva resposta
3 RedeTV! processa Tatá Werneck por piada com finanças do canal
4 Gloria Perez homenageia a filha em aniversário de assassinato
5 Marido de Ana Hickmann volta a ser internado em São Paulo

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.