Leia também:
X Crivella se irrita com repórter da Globo: “Querem é dinheiro”

Jean Wyllys: “Fui a escada para Jair Bolsonaro se eleger”

Ex-deputado comentou os enfrentamentos que já teve com o presidente

Jade Nunes - 12/04/2019 07h59 | atualizado em 12/04/2019 10h35

Jean Wyllys Foto: Reprodução/TV Globo

Jean Wyllys concedeu uma entrevista, na Europa, ao programa Conversa com Bial. Durante o bate papo, o ex-deputado falou sobre os enfrentamentos com o presidente Jair Bolsonaro e as ameaças que alega ter recebido.

– É óbvio que tive medo naquele momento [da morte de Marielle]. Ameaças que eram difusas se concretizaram em uma moça que era boa. Marielle era uma pessoa boa, não tinha inimigos, ao contrário de mim. Se foram capazes de fazer isso com aquela pessoa, se escolheram aquela pessoa para matar por causa da sua atuação política, por que não me matariam? – questionou.

Wyllys também revelou que se considera uma “escada” que levou Jair Bolsonaro à Presidência.

– Eu sabia [que Bolsonaro seria eleito] porque eu fui o laboratório para tudo que Jair Bolsonaro fez depois. Eu fui a cobaia e a escada que ele utilizou. Até eu chegar no parlamento, ele era um político paroquial, conhecido no Rio de Janeiro, desqualificado, do baixo clero.

O ex-parlamentar também afirma não se arrepender de ter cuspido em Bolsonaro. O episódio aconteceu em 2016 durante o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff. Os dois ainda eram deputados.

– Foi um transe que aconteceu. Aquela figura [Bolsonaro] me enojava tanto, ele ter elogiado um torturador, ele me chamar de “queima-rosca” ali, naquele momento, naquela hora, que foi a reação que eu tive. Então cuspi na cara dele. Quero dizer que não me arrependo de nada, tenho orgulho de ter feito isso – destacou.

Leia também1 Crivella se irrita com repórter da Globo: "Querem é dinheiro"
2 Em suas redes sociais, Maisa revela que é evangélica
3 Zé de Abreu ironiza Gentili: "Vai ser tchutchuco na prisão"

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.