Leia também:
X “Foi um milagre que aconteceu”, diz Manieri após sofrer infarto

Gilberto Barros diz que agrediria homossexuais e é denunciado

Declaração foi dada ao vivo durante entrevista com Sonia Abrão

Mayara Macedo - 16/09/2020 09h58 | atualizado em 16/09/2020 10h44

Gilberto Barros durante entrevista com Sonia Abrão Foto: Reprodução

Após dizer que agrediria homossexuais que se beijassem em sua frente, Gilberto Barros foi denunciado pelo Ministério Público do Estado de São Paulo por crime de homofobia. A declaração foi dada durante uma transmissão de seu programa TV Leão, no YouTube, na qual a apresentadora Sonia Abrão também participava.

– Eu tinha que acordar às 2h30, 2h, e ainda presenciar, onde eu guardava o carro na garagem, beijo de língua de dois ‘bigode’, porque tinha uma boate gay ali na frente. Não tenho nada contra, mas eu sou gente. Naquela época ainda, você imagina, chegando do interior. Hoje em dia, se quiser fazer na minha frente, faz. Apanha os dois, mas faz – disse.

O vídeo viralizou e, rapidamente, Gilberto Barros virou alvo de críticas. A denuncia contra ele foi feita pelo ativista William De Lucca, pré-candidato a vereador de São Paulo pelo PT.

Leia também1 Grávida, Camilla Camargo revela que terá uma menina
2 Ex-diretor da Globo diz que Bolsonaro é contra a democracia
3 Mansão de Um Maluco no Pedaço poderá ser alugada no AirBnB
4 Antonio Fagundes é dispensado da Rede Globo após 44 anos
5 Téo José assina com o SBT para narrar Libertadores

WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.