Leia também:
X Bolsonaro lamenta morte de Jô Soares: “Exemplo de postura”

Fotos: Amigos vão ao velório de Jô Soares em São Paulo

Apresentador faleceu na madrugada desta sexta-feira, aos 84 anos

Pleno.News - 05/08/2022 14h54 | atualizado em 05/08/2022 16h06

O velório do apresentador Jô Soares está acontecendo nesta sexta-feira (5), em São Paulo. A cerimônia é restrita a familiares e amigos mais íntimos. As informações são da revista Quem.

Foram ao local a atriz Regina Braga e o marido dela, o médico Drauzio Varella, bem como Tiago Leifert, e o ator Juca de Oliveira. A cantora Zélia Duncan, que é casada com a ex-esposa de Jô, Flavia Pedras Soares, também compareceu.

Ao chegar, o maestro João Carlos Martins disse que “dificilmente o Brasil terá novamente” uma pessoa parecida com Jô Soares.

– Deus criou uma fórmula, essa fórmula chama-se Jô Soares. Só que, infelizmente, Deus rasgou essa fórmula, e dificilmente o Brasil terá novamente um Jô Soares na vida. Nossa amizade era muito grande. Hoje de manhã eu sofri muito quando eu soube da morte dele. A última vez que falamos foi uma conversa emocionante que tivemos e de tantas vezes eu ir ao programa dele, uma vez ele chorou muito quando eu toquei. (…) Ficaram as boas lembranças. São tantas que não dá para contar em poucos minutos – contou o maestro, extremamente emocionado.

Jô Soares morreu às 2h30 desta sexta-feira, aos 84 anos. O anfitrião do Programa do Jô, exibido pela TV Globo até 2016, estava hospitalizado desde o último dia 28 de julho no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, para tratar de uma pneumonia.

A causa da morte de Jô não foi divulgada. O enterro e velório do humorista estão reservados à família e aos amigos.

SOBRE JÔ SOARES
José Eugênio Soares nasceu no Rio de Janeiro em 16 de janeiro de 1938. Filho único do empresário Orlando Heitor Soares e de Mercedes Leal Soares, ele foi estudar na Suíça aos 12 anos e ficou no país europeu até os 17. Lá, passou a se interessar por teatro e shows.

A estreia de Jô na TV aconteceu em 1958. Naquele ano, participou do programa Noite de Gala e passou a escrever para o TV Mistério, que tinha no elenco Tônia Carreiro e Paulo Autran. Eles eram exibidos pela TV Rio. Na emissora, Jô esteve ainda no Noites Cariocas. Em seguida, escreveu e atuou em humorísticos da TV Continental.

O humorista também trabalhou na TV Tupi, onde fez participações no Grande Teatro Tupi, do qual faziam parte nomes como Fernanda Montenegro, Ítalo Rossi, Sérgio Brito e Aldo de Maia.

O grande destaque da época foi A Família Trapo, exibido entre 1967 e 1971 todos os domingos. No princípio, Jô apenas escrevia o roteiro junto com Carlos Alberto de Nóbrega. Posteriormente, ele ganhou um papel na atração: o mordomo Gordon.

Após fazer parte, na década de 70, de programas como Faça Humor, não Faça Guerra; Satiricom; e O Planeta dos Homens, Jô iniciou a década de 80 com um dos principais projetos de sua carreira, o Viva o Gordo, onde interpretava diversos personagens caricatos, como o Reizinho e o Zé da Galera.

Nos últimos anos, porém, o que marcou a carreira do humorista foram os talk shows. O primeiro deles, exibido no SBT entre 1988 e 1999, foi o Jô Soares onze e meia. Após voltar para Globo, ele apresentou o Programa do Jô, que ficou no ar entre 2000 e 2016.

Além da televisão, Jô também teve atuação no teatro e na literatura. Ao todo, ele escreveu cinco livros, sendo quatro romances. O primeiro deles foi O Astronauta sem Regime (1983), coletânea de crônicas publicadas no jornal O Globo. Já sua obra mais famosa foi o romance O Xangô de Baker Street (1995), que liderou as listas dos mais vendidos e foi adaptado para o cinema em 2001.

No teatro, Jô ficou conhecido por seus monólogos. Entre os mais famosos figuraram Ame um Gordo antes que Acabe (1976) e O Gordo ao Vivo (1988). Já entre os espetáculos em que trabalhou como o ator, os destaques foram Auto da Compadecida e Oscar, ambos de 1961. Como diretor, ele trabalhou em peças como Soraia, Posto 2, de 1960, e Os Sete Gatinhos, de 1961.

Leia também1 Dilma: "Jô foi a única voz dentro da Globo disposta a me ouvir"
2 Bolsonaro lamenta morte de Jô Soares: "Exemplo de postura"
3 "Beijo do gordo": Políticos reagem à morte de Jô Soares
4 Ex-esposa de Jô Soares faz homenagem ao humorista
5 Vizinha de Jô, Galisteu diz que escritor travava luta na saúde

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.