Leia também:
X Jornalista sueco sofre tentativa de assalto em gravação em SP

Fernanda Lima e Rodrigo Hilbert comeram placenta da filha após o parto

Casal exibiu trechos do nascimento de Maria Manoela em programa de TV

Thamirys Andrade - 12/05/2021 16h35 | atualizado em 12/05/2021 17h13

Fernanda Lima e Rodrigo Hilbert comeram placenta da filha
Ato é conhecido como “placentofagia” Foto: Reprodução | GNT

O casal de famosos Rodrigo Hilbert e Fernanda Lima exibiram momentos vividos pela família no dia em que a filha de um ano, Maria Manoela, nasceu. Um dos trechos das imagens exibidas no programa Bem Juntinhos desta quinta-feira (6), contudo, impressionou parte dos internautas.

Acontece que Hilbert e Lima ingeriram pedaços da placenta do parto de Maria, em um ato conhecido como placentofagia.

– Para chocar a sociedade – brinca a médica do casal no vídeo, enquanto os servia com pedaços do órgão.

O ato tem se tornado um tanto popular entre celebridades e visa prevenir depressão pós-parto, contribuir para a amamentação, promover elasticidade e fornecer ferro aos papais e mamães.

A ciência, porém, nega que ingerir o órgão produza tais efeitos e afirma que os benefícios são entendidos como “efeito placebo”. É o que conta a especialista em reprodução Crystal Clark à BBC.

– Os relatos de mulheres que sentiram os benefícios em comer placenta são muito subjetivos e não há uma pesquisa sistemática sobre os benefícios e os riscos da ingestão de placenta – disse a médica, que foi uma das responsáveis por um estudo feito sobre o assunto na Faculdade de Medicina de Northwestern, em Chicago.

Leia também1 Jornalista sueco sofre tentativa de assalto em gravação em SP
2 Zezé Di Camargo é submetido a procedimento no coração
3 Yudi conta que quase toda a sua família aceitou Jesus
4 Renato Aragão é vítima de golpe e leva prejuízo de R$ 3 milhões
5 Ex-panicat Carol Dias se batiza: “Cristo tocou em mim”

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.