Leia também:
X Em reunião, Globo anuncia demissão de 100 funcionários

Ex-funcionário processa Globo por ‘assédio moral’ de Faustão

Apresentador teria causado o divórcio do funcionário

Gabriela Doria - 14/10/2019 14h38 | atualizado em 14/10/2019 16h59

Fausto Silva foi acusado de assédio moral Foto: Reprodução

Um ex-produtor do programa Domingão do Faustão entrou com um processo na Justiça contra a Rede Globo. Renato Oliveira Cardoso acusa o apresentador Fausto Silva de denegrir sua imagem publicamente e pediu indenização por dano moral.

A ação judicial foi motivada porque Faustão teria chamado Renato de “mulherengo” e “galinha” ao vivo. O apresentador também teria dito que “se o marido da telespectadora não dava mais no couro, era só chamar o Renatinho”.

De acordo com ex-funcionário, as alegações de Faustão causaram problemas em seu casamento, com sua agora ex-mulher.

– Ocorre que, além de expor o reclamante ao ridículo em rede nacional e internacional, os comentários do senhor Fausto Silva iniciaram várias brigas entre o autor e sua ex-esposa, até o momento em que o ‘Faustão’ declarou ao vivo que o reclamante foi noivo por oito vezes, o que foi o estopim para o final do casamento do demandante, sendo certo que a ex-esposa do reclamante sequer ouviu suas explicações de que tais fatos jamais ocorreram. Ao tentar argumentar com o senhor Fausto Silva sobre o ocorrido, solicitando ao mesmo que não veiculasse sua imagem com tais afirmações, o ‘Faustão’ informou ao autor que tal situação não podia mudar, e caso o reclamante não quisesse mais ser intitulado daquela forma que se afastasse do programa “Domingão do Faustão”, bem como da reclamada – disse a defesa de Renato.

No entanto, a Justiça não aceitou o pedido por danos morais. A Justiça determinou apenas que fossem pago valores relativos à jornada de trabalho, horas extras e acúmulo de função. Fausto Silva não foi acusado nominalmente no processo.

Leia também1 Globo "passa vergonha" ao ter que confirmar apoio de Trump
2 Em reunião, Globo anuncia demissão de 100 funcionários
3 Escobar sobre filho: "Fé em Deus que vamos nos acertar"

WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.