Leia também:
X Estado clínico de Irmão Lázaro entra em curva de melhora

Ex-comentarista da Globo vence a emissora em ação na Justiça

Ivan Andrade pediu equiparação salarial com outros colegas de casa e horas extras trabalhadas não pagas

Paulo Moura - 08/03/2021 10h22 | atualizado em 08/03/2021 12h32

Ivan venceu primeira instância de processo na Justiça contra a Globo Foto: Reprodução

O jornalista Ivan Andrade, ex-comentarista do Grupo Globo, venceu uma ação em primeira instância contra sua antiga empresa na Justiça do Trabalho. No processo, Ivan solicitou pontos como equiparação salarial com outros colegas de casa e horas extras trabalhadas não pagas. O pedido foi aceito pela 1ª Vara do Trabalho de São Paulo.

Segundo a decisão, o processo é orçado em R$ 400 mil, mas ainda não se sabe quanto Ivan Andrade vai receber. Na primeira decisão, a Justiça também condenou a emissora pagar honorários e custos processuais. A Globo já recorreu da decisão inicial da Justiça, e o processo agora está tramitando em segunda instância.

No processo trabalhista, a defesa de Andrade explicou que ele não ganhava o mesmo que outros colegas na função. A Justiça reconheceu este ponto e lhe deu ganho de causa. Outro ponto vencido por Andrade foi o pedido de pagamento de horas extras feitas além da semana de trabalho e do horário combinados. A Justiça entende que os pontos de trabalho apresentados pela Globo não eram reais.

Ivan Andrade também pediu um valor por danos morais. No seu entendimento, ele tinha direito por que teria recebido uma orientação para não criticar os times do Grêmio e do Fluminense, que eram os clubes de seus chefes diretos no SporTV. O jornalista também afirmou que era ameaçado de demissão toda vez que pedia um aumento lembrando que recebia menos que seus colegas.

A Justiça, porém, negou este pedido por não entender que tais situações se configuram como “dano moral”. A Justiça não definiu quando haverá uma decisão do processo em segunda instância.

Ivan Andrade começou na Globo em 2010 como repórter esportivo em São Paulo. Em 2013, ele começou a atuar em transmissões do SporTV como comentarista. Em 2018, Ivan foi demitido.

Leia também1 Senado irá gastar milhões para reformar apartamentos
2 Prefeito se revolta: 'Estilo Globo de fazer jornalismo é cruel'. Veja!
3 Grade da Globo pode definir destino político de Luciano Huck
4 Sem contrato com a Globo, Angélica vai aparecer no SBT
5 Em evento, Barroso e Huck alinham discurso anti-Bolsonaro

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.