Leia também:
X Ator critica o STF: “Existe uma ditadura acontecendo agora”

Dubladora da Dona Clotilde morre aos 83 anos, em São Paulo

Isaura Gomes estava interna em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) há um mês

Monique Mello - 10/04/2022 10h47 | atualizado em 11/04/2022 12h38

Isaura Gomes dublava a Dona Clotilde Fotos: Reprodução/Redes Sociais // Reprodução: Televisa

Isaura Gomes, a dubladora da Dona Clotilde, do humorístico Chaves, morreu neste sábado (9), aos 83 anos, após um mês de internação na UTI de um hospital de São Paulo. A causa do falecimento, porém, não foi divulgada.

– A Isaura não queria comer e acabou ficando fraca. A princípio ela ficou sendo alimentada por sonda nasal e internada para acompanhamento. No decorrer do tempo, foram surgindo intercorrências e outros problemas, como infecção de urina, a saturação não estava boa – contou uma fonte ao jornal Estado de Minas.

Além de Dona Clotilde, Isaura também dublou personagens como Cascão, da Turma da Mônica, Rainha Clarice, em O Diário da Princesa, Miss Piggy, de Os Muppets, Betty Rumble, de Os Flintstones, Jane Jetson, dos Jetsons, e já narrou o jogo League of Legends.

Isaura estava aposentada desde 2020, após completar 60 anos de carreira.

Wendel Bezerra, dublador brasileiro que empresta a voz ao Bob Espoja e Goku, lamentou a morte de Isaura nas redes sociais.

– Perdemos a dubladora mais incrível que já vi em 40 anos de dublagem […]. Com ela aprendi, contracenei, briguei, dirigi, ri e chorei […]. Na frente do microfone, fazia todas as mágicas que uma voz pode fazer! – escreveu.

Leia também1 Ator critica o STF: "Existe uma ditadura acontecendo agora"
2 Xuxa diz que Anitta é hoje o que ela foi nos anos 80 e 90
3 Will Smith sobre ser banido do Oscar: "Aceito e respeito"
4 Desembargador morre após infarto fulminante em clube
5 26 alunos passam mal ao mesmo tempo em escola de Recife

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.