Leia também:
X Aracy Balabanian recebe alta e deixa o hospital no RJ

Globo erra notícia e é obrigada a se desculpar ao vivo

Ana Paula Araújo corrigiu informação ao fim do Bom Dia Brasil

Gabriela Doria - 29/05/2020 19h08 | atualizado em 29/05/2020 22h03

Ana Paula Araújo pediu desculpas por erro em informação Foto: Reprodução

Após mais uma notícia errada, a TV Globo precisou se desculpar ao fim do jornal Bom Dia Brasil. A apresentadora Ana Paula Araújo corrigiu uma informação sobre o inquérito das fake news.

– Dissemos mais cedo que o procurador-geral da República pediu o arquivamento do inquérito das fake news, mas, na verdade, Augusto Aras pediu a suspensão do inquérito até que o plenário do Supremo [Tribunal Federal] defina qual será o papel do Ministério Público nas investigações. Peço desculpas por esse erro – disse Ana Paula.

O deputado federal Marco Feliciano ironizou a emissora e disse que informações imprecisas estão “virando rotina” .

A #Globolixo se equivocou de novo nas informações e teve que pedir desculpas…Tá virando rotina 🤭

Posted by Marco Feliciano on Friday, May 29, 2020

A medida adotada por Aras significa, na prática, um questionamento sobre as decisões do ministro Alexandre de Moraes, relator do inquérito das fake news. Aras repercute uma crítica da sociedade ao apontar que Moraes, além de fazer o papel de julgar, como ministro, também atua no lugar do Ministério Público, cuja função é investigar.

GLOBO INFLA NÚMERO DE MORTOS POR COVID-19 NO RIO
Recentemente, o senador Flavio Bolsonaro utilizou suas redes sociais para fazer uma denúncia envolvendo a TV Globo. Ele publicou um vídeo do telejornal da emissora no Rio de Janeiro que traz os números de mortos por Covid-19 no estado. A publicação, no entanto, aponta um erro da Globo ao calcular os óbitos de uma faixa da população na capital do estado, o que fez mais do que dobrar o número real.

No telejornal, a emissora traz um total de mortes confirmadas na pandemia de coronavírus entre pessoas de 0 a 59 e outra na faixa de pessoas acima dos 60 anos. No gráfico exibido, são contabilizadas 848 mortes na parte até 59 anos, mas o número está incorreto, já que na subdivisão aparecem bem menos mortes. O narrador faz as contas na gravação e afirma que o total é de 396 óbitos, número bem menor do que o exibido.

Leia também1 Globo prepara nova lista de demitidos e gera tensão
2 Globo não teria interesse em renovar com Fernanda Gentil
3 Bolsonaro manda recado para Globo: "Pare de patifaria"
4 Após 24 anos, Zeca Camargo é demitido da Rede Globo
5 Gilberto Dimenstein morre após luta contra o câncer

WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.