Leia também:
X Fotos! Com amigos e familiares, Simaria comemora 40 anos

CNN tem pior resultado desde o lançamento e segue atrás da JP

Emissora teve o pior resultado desde seu lançamento no Brasil

Paulo Moura - 14/06/2022 14h17 | atualizado em 15/06/2022 07h37

CNN foi derrotada mais uma vez pela Jovem Pan Foto: Reprodução/Google Street View // Divulgação/Jovem Pan

O mês de maio não foi nada bom para a CNN Brasil no quesito audiência. De acordo com o Painel Nacional de Televisão, índice da Kantar Ibope Media que considera os resultados consolidados de audiência nas 15 principais regiões metropolitanas brasileiras, a emissora teve em maio o pior resultado desde que foi lançada, há mais de dois anos.

No último mês, a CNN registrou uma média de 0,03 ponto e perdeu ainda mais espaço para a Jovem Pan News, que assumiu o terceiro lugar no segmento jornalístico, com 0,05 ponto de média. Na ponta dessa categoria aparece a Record News, com 0,20 ponto, seguida pela GloboNews, com 0,14.

Em abril, a CNN Brasil foi superada pela primeira vez pela Jovem Pan News na preferência dos telespectadores desde o lançamento da emissora de TV do empresário Tutinha. Na ocasião, a Jovem Pan encerrou o mês com uma média de 0,04 ponto contra 0,03 ponto da CNN, mesma pontuação que a filial da emissora norte-americana marcou em maio.

Já no ranking PayTV, que lista os canais mais vistos na TV por assinatura, a CNN Brasil ficou com 0,09 ponto de média em maio, contra 0,13 ponto da Jovem Pan. Em abril, a CNN havia registrado 0,11 ponto de média contra 0,12 da Jovem Pan.

Leia também1 TSE elege Moraes nesta terça-feira como presidente da Corte
2 "Há 'cabeça de burro' na América Latina que elege a esquerda"
3 Defensoria Pública estabelece cotas para trans em concursos
4 Saiba como votou cada senador na definição do teto do ICMS
5 Família de Dom critica conflito de informações sobre corpos

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.