CORONAVÍRUS
- Tudo o que você precisa saber
-->
Leia também:
X Sikêra Jr. desmonta críticas de filósofo de esquerda a policiais

CNN demite jornalista por fala sobre HIV e homossexuais

"Não sou nem fui homofóbico", defende-se Leandro Narloch

Rafael Ramos - 11/07/2020 13h46 | atualizado em 11/07/2020 13h48

Leandro Narloch foi demitido da CNN Brasil Foto: Reprodução

O jornalista Leandro Narloch foi demitido da CNN Brasil, nesta sexta-feira (10), depois que comentários feitos por ele sobre a transmissão de HIV em homossexuais foram tidos como homofóbicos. Narloch participava do Live CNN, na quarta-feira (8), que tratava sobre a liberação do Supremo Tribunal Federal (STF) para que gays possam doar sangue.

Ao opinar sobre a medida, o jornalista afirmou que “os homens gays têm uma chance muito maior de ter Aids”. Ele ainda acrescentou que “em 2018, uma pesquisa mostrou que 25% dos gays de São paulo eram portadores de HIV”.

Narloch comentou a decisão da emissora por meio de um post no Instagram. Ele disse que foi pego pela “cultura do cancelamento” e se disse preocupado com o clima da sociedade atual.

– Não sou nem fui homofóbico, tenho horror à homofobia e concordei explicitamente com a doação de sangue por homossexuais. Me preocupa o clima da sociedade hoje em que é impossível discordar até mesmo de termos ou terminologias sem causar histeria, sem que o outro lado seja considerado um monstro que precisa ser banido.

Leia também1 Sirkis desdenhou de Bolsonaro antes de morrer em acidente
2 Web rebate crítica de Huck ao novo ministro da Educação
3 Nise Yamaguchi é afastada por apoiar a hidroxicloroquina
4 MBL usou plataforma do Google para lavar dinheiro
5 'Querem criminalizar quem apoia o presidente', diz Jordy

Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo