Leia também:
X Após suposta traição, Sammy anuncia fim de casamento com Pyong Lee

Cade renova inquérito que apura possível monopólio da Globo

Decisão estende a investigação contra a emissora até o próximo mês de setembro

Paulo Moura - 20/07/2021 11h05 | atualizado em 20/07/2021 11h29

Globo é alvo de investigação do Cade sobre possível monopólio no esporte Foto: Reprodução

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) decidiu prorrogar, por mais 60 dias, um inquérito administrativo que apura a possível prática de monopólio cometida pela Globo na aquisição de direitos esportivos. A decisão que promoveu a renovação do prazo foi publicada na última sexta-feira (16), mas o processo está parado desde abril.

Sua última movimentação antes da renovação foi uma antiga prorrogação do processo, ocorrida em maio. Até o momento, o órgão ainda não encontrou indício sobre um monopólio da Globo no setor. Com a nova decisão do Cade, o inquérito agora está prorrogado até setembro.

A investigação sobre o possível monopólio esportivo da Globo começou em 2019. Inicialmente, a investigação visava esclarecer uma suposta desvantagem de contrato do Fortaleza com a WarnerMedia para o Brasileirão. Em 2020, porém, o conselho transformou um caso em investigação contra a Globo.

O motivo foi que clubes alegaram receber menos dinheiro da Globo por terem fechado com a Warner. A Globo argumentou que essa questão já havia sido esclarecida numa investigação feita pelo próprio Cade em 2016. O órgão seguiu a investigação mesmo assim e investigou até acordos da emissora em torneios de vôlei.

O Cade também está de olho em um possível monopólio da Globo na área de entretenimento e questiona se a emissora fecha exclusividade com atores apenas para impedir que Netflix e Amazon contratem nomes relevantes.

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.