Leia também:
X Sophia Vitória grava single com o cantor Leandro Borges

Ana Paula Henkel aponta parcialidade de Maju Coutinho

Em rede social, ex-jogadora de vôlei divulgou vídeo de Paulo Alceu protestando contra postura da apresentadora do Jornal Hoje

Ana Luiza Menezes - 25/08/2020 17h17 | atualizado em 26/08/2020 12h04

Ana Paula Henkel e Maju Coutinho Foto: Reprodução

*ERRATA: A declaração no tuíte de Ana Paula Henkel é uma repetição da aspa do jornalista Paulo Alceu. A declaração não é de autoria da ex-atleta, conforme foi divulgado anteriormente nesta matéria.

Nesta terça-feira (25), a ex-jogadora de vôlei, Ana Paula Henkel, também usou as redes sociais para protestar contra a postura da jornalista Maju Coutinho, da Rede Globo.

Em seu post, ela compartilhou o vídeo do apresentador Paulo Alceu, da NDTV (afiliada da Record em Santa Catarina), que desmentiu ao vivo, na noite de segunda-feira (24), uma notícia falsa contra o governo federal apresentada por Maju.

– Isso que é fake news. Isso não é jornalismo. O que acontece hoje é um atentado ao jornalismo. Ter opinião contrária enriquece o debate, mas manipular a informação significa falta de caráter, falta de respeito com o nosso maior consumidor, o telespectador – disse Paulo Alceu, no vídeo.

Na edição de segunda, Maju falou sobre um evento em Brasília cujo tema era o combate ao novo coronavírus. Durante o telejornal, a apresentadora disse que nem o presidente Jair Bolsonaro e nem outras autoridades presentes prestaram homenagens aos mortos pela Covid-19. No entanto, imagens do evento mostraram que os presentes fizeram um minuto de silêncio em reverência às vítimas.

Por causa do episódio, usuários de redes sociais se uniram nesta terça para criticar Coutinho. O grupo levantou a #MajuMentirosa e levou a tag a ser o assunto mais comentado do Twitter.

Após a manifestação nas redes sociais, Maju Coutinho acabou esclarecendo suas declarações ao vivo.

– E agora deixa eu fazer um esclarecimento. Ontem, o JH noticiou que durante o evento ‘Brasil Vencendo a Covid’, nem o presidente Jair Bolsonaro e nem nenhuma autoridade do governo prestou solidariedade às vítimas. Mas uma médica da Bahia, doutora Raíssa Soares, que não faz parte do governo, pediu um minuto de silêncio. E o pedido foi respeitado por todos os presentes, inclusive pelo presidente. Fica aqui o esclarecimento – afirmou.

Leia também1 Chamada de mentirosa, Maju faz esclarecimentos ao vivo
2 Evento com Bolsonaro teve minuto de silêncio às vítimas
3 Apresentador expõe mentira da Globo sobre o governo
4 Datena se revolta ao vivo e afirma que "bundão é o Jair"
5 Crise faz Globo lançar programa de televendas

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.