Leia também:
X Leonardo Gonçalves elogia Midian Lima e Paulo Neto

Amigos e filhas de Silvio revelam detalhes sobre ele

Apresentador completará 89 anos de idade, nesta quinta-feira

Ana Luiza Menezes - 11/12/2019 20h21 | atualizado em 11/12/2019 20h33

Silvio Santos Foto: Reprodução

Ícone da televisão brasileira, o apresentador Silvio Santos completa, nesta quinta-feira (12), 89 anos de idade. Dono de uma voz inesquecível, e provavelmente a mais imitada do país, o “patrão” voltou a gravar seus programas no SBT no último domingo, após uma pausa de alguns dias imposta por uma gripe forte que o deixou rouco. A morte de Gugu Liberato, que era considerado o filho homem que ele não teve, também pode tê-lo abalado.

Entrevistar o homem do baú é tarefa quase impossível. Por ser reservado, pouco se sabe sobre sua vida, tanto no Brasil quanto nos Estados Unidos, ou como ele é longe dos palcos. Mas duas de suas seis filhas, funcionários e admiradores toparam contar mais sobre o homem por trás das câmeras.

– Às vezes eu estou com ele e penso: ‘meu pai é o Silvio Santos, mas ele não se acha o Silvio Santos. Nem sei se ele sabe quão grande ele é – afirmou Daniela Beyruti, a filha número 3.

Em homenagem ao pai, Silvia Abravanel, a filha número 2, também declarou seu amor.

– Que coisa boa, 89 anos. Que bom passar com esse pai, um presente na minha vida. Que ele continue sendo meu mestre, meu melhor amigo, meu pai, e que a gente possa passar ainda muitos anos juntos.

A irmã Daniela completou a seleção de elogios ao dizer que seu pai é um “touro guerreiro”.

– No nascimento do André, meu sobrinho, ele tinha gravado o dia inteiro e ficou na maternidade até meia-noite para ter certeza de que todos estavam bem. Todos cansados e ele firme, de pé, disposto. Ele não sabe o exemplo que ele dá.

Muitos de seus funcionários também citam Silvio como um exemplo. No SBT desde 1991, o roteirista e coordenador da redação do Domingo Legal, Paulo de Carvalho, o Paulão, relatou seu nervosismo quando viu o famoso chefe pela primeira vez.

– Foi em 1994, eu lhe entregava as fichas [do programa]. Basta um encontro para ele gravar seu nome. É impossível trabalhar na produção dele sem que ele te conheça. Ele sabe o nome de todo mundo.

Paulão contou que, certa vez, apareceu com o cabelo descolorido.

– Silvio me encarou e não disse nada. Foi em direção ao palco, parou, voltou-se e disparou: ‘olha rapaz, você ficou muito bem com este corte’, e seguiu para as luzes, deixando os contrarregras boquiabertos. Aí ele voltou e disse: ‘Paulo, você ficou mais jovem, afinou seu rosto. Pode manter que ficou ótimo’ – disse Paulão.

Caracterizado de terno, gravata e um microfone no peito (item já aposentado do figurino), Silvio exibe na televisão seu sorriso largo, sua risada hilária e seu cabelo penteado para trás há quase 60 anos. É conhecido por bordões, como “quem quer dinheiro”, “vem pra cá, vem pra cá”, “má ôôôeee”.

UM HOMEM ACESSÍVEL
O patrão é descrito como alguém acessível a seus funcionários, que escuta opiniões a ele apresentadas. Foi assim nos últimos 37 anos da carreira de Luís Ricardo, famoso na emissora por atuar como o palhaço Bozo entre 1984 e 1992 e que atualmente é o único apresentador a substituí-lo no SBT.

– Ele te escuta, não necessariamente acata. Ele analisa e toma a decisão que considera correta – disse.

O apresentador se divertiu ao lembrar do dia em que trancou Silvio dentro de um guarda-roupas.

– Eu apresentava o programa que vendia móveis das Lojas do Baú da Felicidade. Aí ele decidiu entrar no guarda-roupa e se deitou lá dentro. Fiquei preocupado que pudesse acontecer algo, mas no fim virou meme de tão engraçado e espontâneo que foi. Ele é assim.

O carioca do bairro da Lapa já era famoso quando deixou a Rede Globo e passou a fazer programas na TV Tupi, em 1976. Cinco anos depois, obteve licença do canal 4 de São Paulo, a TVS, que se tornaria o SBT.

O apresentador passou, então, a ter ainda mais intimidade com o público e virou uma lenda, segundo Daniela.

– Ele ama o que faz. O palco e as colegas de trabalho são vida para ele. Ele grava e volta energizado, feliz – contou Daniela.

Silvio chegou a cobiçar outro tipo de poder e foi candidato de última hora à Presidência da República em 1989. Mas o Tribunal Superior Eleitoral barrou a candidatura. Fernando Collor venceu.
Daniela conta que o pai não gosta de ficar pensando nos problemas.

– Quando aparecem, ele enfrenta, mas não fica cultivando esse tipo de pensamento. Não é o perfil dele.

Ela disse que seu pai não nega a idade, mas não se deixa limitar por ela.

– É uma pessoa simples. Diz o que pensa. Ao contrário do que falam, não quer prejudicar ninguém. Ele é uma dessas pessoas que marcam. Nunca conheci um brasileiro que não tenha ouvido falar dele. Amo o amor dele pela minha mãe [Íris]. É de novela, de filme – destacou.

Silvio Santos é uma das personalidades mais imitadas do Brasil. Um de seus mais famosos parodiadores é Wellington Muniz, o Ceará, especialmente na época em que atuou no Pânico na TV da Rede TV!.

– Silvio Santos é uma inspiração para quem trabalha com comunicação. Ele é um cara inovador, cheio de ideias, que não se acomoda e que quer fazer diferente. Ele poderia estar aposentado curtindo a vida, mas continua trabalhando. É um exemplo para todos. Como pessoa, ele sempre foi muito gentil comigo, me tratou bem todas as vezes que estivemos juntos. Sempre entrou nas brincadeiras que fiz com ele – afirmou Ceará.

Ceará contou que, na época do Pânico, esbarrou com Silvio diversas vezes e que sempre foi muito divertido.

– Em nosso primeiro encontro, claro que fiquei nervoso, pois estava diante de uma lenda da TV brasileira. Mas controlei a ansiedade, fiz piadas com ele e relaxei.

A voz de Silvio Santos é imitada por outros artistas como Tom Cavalcante, João Kléber e Marcelo Adnet, que o faz constantemente na Globo, e até mesmo por cantores, como Ivete Sangalo.

No ano que vem, o homem do baú vai ganhar uma homenagem nos palcos. Em 13 de março, estreia o musical Silvio Santos Vem Aí, no Teatro Santander, no Itaim Bibi, que fará um recorte em São Paulo da vida do apresentador da infância até a década de 1990.

*Folhapress

Leia também1 Mais um! Globo demite Lair Rennó, parceiro de Fátima
2 Canal de TV exibirá série com Olavo de Carvalho
3 Acusado de racismo, Silvio Santos é defendido por diretor

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.