Leia também:
X Lucas Lucco anuncia que vai ser pai: “Vivendo um sonho”

70 anos da TV: 15 momentos que a música gospel fez história

Estilo esteve presente em programas de auditório, no futebol e até nas novelas

Rafael Ramos - 18/09/2020 11h18 | atualizado em 18/09/2020 14h54

Aline Barros, Fernanda Brum, Cassiane e Oficina G3 fizeram história na TV Arte: Pleno.News

O hábito de reunir a família na sala em volta do aparelho de TV completa 70 anos nesta sexta-feira (18). No dia 18 de setembro de 1950, o visionário Assis Chateaubriand inaugurava a TV Tupi, em São Paulo. Quatro meses depois, a Tupi chegou ao Rio de Janeiro e, desde então, a TV ocupou seu espaço nos lares de todo o país.

Mesmo com a disputa entre a TV aberta, os canais fechados e as plataformas de streaming, como Netflix e Amazon, o costume do brasileiro perdura. Um estudo divulgado no final do mês de março pelo grupo WarnerMedia mostrou que a audiência teve um aumento de 17% para 45%.

E, ao longo dessas sete décadas, a música gospel também esteve presente na trajetória do aparelhinho. Em tempos onde redes sociais e, principalmente o YouTube ainda não estavam entre nós, foi através da TV que cantores – e até mesmo pastores – tiveram a oportunidade de levar a mensagem de Cristo pelos mais variados programas de diversas emissoras.

Por isso, o Pleno.News separou 15 momentos marcantes do gospel na televisão brasileira. Aperte o play e confira a seguir:

PRIMEIRO PROGRAMA EVANGÉLICO NA TV
Doze anos após a chegada da TV ao Brasil, mais precisamente no dia 25 de novembro de 1962, entrava no ar o primeiro programa evangélico da televisão brasileira. Apresentada pelo pastor Alcides Campolongo, o programa Fé Para Hoje se tornou um verdadeiro marco e foi pioneiro na era dos televangelistas que viriam a seguir, como o missionário R. R. Soares, o bispo Edir Macedo e o apóstolo Valdemiro Santiago.

Fé Para Hoje ainda é transmitido pela TV Novo Tempo, emissora ligada à Igreja Adventista do Sétimo Dia. O programa ajudou a difundir a mensagem do Evangelho pela TV e tem levado esperança a milhares de pessoas através das Escrituras.

ENTRETENIMENTO GOSPEL
Em 1995, a Record TV inovou ao unir entretenimento e a Palavra de Deus com a estreia do programa Gospel Line. Apresentada pelo ex-Dominó Nill, que hoje é pastor da Primeira Igreja Batista em Curitiba, a atração contava com auditório e recebeu diversos artistas da época. Ligado à gravadora Line Records, o programa também dava espaço para artistas de outras gravadoras, como foi o caso de Marina de Oliveira e Fernanda Brum. O Gospel Line foi ao ar até o ano de 2007.

Dois anos depois, a CNT trazia ao ar o Conexão Gospel. Apresentado por Marina de Oliveira, o programa ligado ao Grupo MK de Comunicação era apresentado por Marina de Oliveira e passou pela Rede Manchete, Band Rio e Rede TV!. Sentar no sofá durante o almoço de domingo e conferir os bastidores da MK Music, clipes e entrevistas era o programa favorito de muitas famílias cristãs na época em que o Conexão ficou no ar. As cantoras Fernanda Brum e Cassiane também se revezaram no comando da atração, que ainda tinha espaço para política com o senador Arolde de Oliveira e o Momento de Reflexão com Yvelise de Oliveira.

O Conexão Gospel também chegou a ter uma fase de auditório com artistas da gravadora cantando com banda. Atualmente, o público pode matar a saudade pelo canal do Conexão no YouTube, que conta com mais de 200 vídeos extraídos originalmente do que ia na TV.

XOU DA XUXA
Um dos programas de auditório mais populares da década de 90, o Xou da Xuxa foi um dos pioneiros da Rede Globo a abrir as portas para a música evangélica. Com roupas coloridas, danças coreografadas e um estilo que ficou conhecido como tecnogospel, o grupo Yerushalém, formado por Náide França, Alcina Villar, Leonardo Lois e Raquel Lois, levou a música evangélica até o programa de Xuxa Meneghel. Marina de Oliveira também marcou presença na atração na época do álbum Coração Adorador.

O programa também foi responsável por receber o primeiro grupo de louvor de uma igreja. Em 1994, a Comunidade Evangélica da Vila da Penha estava bastante popular com o hit Consagração e se apresentou no palco em 1994. Um ano depois, na comemoração dos 10 anos da atração, Aline Barros homenageou a apresentadora ao lado de Angel e Andreia Veiga com a música Minha Rainha, que dividiu opiniões.

OFICINA G3 NO ROCK IN RIO
Um ano após assinar com a MK Music e lançar o histórico álbum O Tempo, a banda Oficina G3 foi convidada para tocar na terceira edição do Rock in Rio, em 2001, sendo a primeira banda gospel a se apresentar no festival. Em entrevista ao portal Universo Musical, os músicos disseram que puderam fazer o que mais gostam: tocar e falar de Deus.

– Depois do Rock in Rio, muitas pessoas que não conheciam a banda nos escreveram dizendo que foi muito louco o que dissemos na ocasião. Lá fizemos o que mais gostamos: tocar e falar de Deus. O Rock in Rio nos abriu muitas portas. Muitas vezes grupos evangélicos pedem para tocar ou dar entrevistas em programas de rádio e TV e nos fecham as portas. Mas, agora, a pessoa pega o release do Oficina G3 e vê que tocamos no festival e isso desperta sua curiosidade.

PROGRAMA DO RATINHO
No auge do sucesso com o álbum Por Toda Vida, lançado em 2000, o grupo Voices se tornou o primeiro nome do gospel a pisar no palco do Programa do Ratinho, no SBT. Eyshila, Fernanda Brum, Jozyanne e Liz Lanne agitaram a plateia com o hit Pisa no Inimigo.

PROGRAMA RAUL GIL
Impossível falar sobre música gospel e televisão brasileira sem lembrar da abertura dada pelo apresentador Raul Gil. Em entrevista ao Pleno.News, o diretor do Programa Raul Gil e filho do apresentador, Raul Gil Jr., falou sobre a primeira vez que um artista gospel foi ao programa no ano de 2005. O artista em questão foi o Diante do Trono e Raulzinho lembra que a equipe sofreu bullying por parte de algumas pessoas.

– O resultado foi espetacular, um sucesso e a partir disso conseguimos dar essa abertura. Eu olhei para o gospel e vi ali a possibilidade de inserir uma novidade que falava diretamente com a família brasileira. A música evangélica tem tudo a ver com o nosso programa. Nós sofremos bullying do tipo “tira esses aleluias do programa”. Não foi fácil bancar a entrada da música gospel dentro da televisão brasileira. Até então, ela era ouvida apenas dentro das igrejas, mas nós insistimos e fizemos com que o Brasil inteiro conhecesse a cultura e a riqueza do gospel.

HOMENAGEM AO ARTISTA GOSPEL
Ainda falando de Raul Gil, um de seus quadros mais famosos até hoje é o Homenagem ao Artista. Num formato semelhante ao Arquivo Confidencial, do Domingão do Faustão, o apresentador honra a trajetória de grandes nomes da música brasileira trazendo os jovens talentos revelados em seu programa interpretando os sucessos do artista escolhido. O gospel não ficou de fora e a primeira homenageada foi a cantora Aline Barros, mas Raul Gil também recebeu nomes, como Cassiane, Diante do Trono, Eyshila, Fernanda Brum, Lauriete e Thalles Roberto.

JOVENS TALENTOS
Raul Gil também foi responsável por revelar talentos que se tornaram grandes nomes da música gospel no Brasil. Uma das primeiras foi a cantora Jamily, descoberta no ano de 2001. O imenso talento rendeu um contrato com a Line Records, por onde lançou o álbum Tempo de Vencer, que vendeu mais de 100 mil cópias.

Outra grande revelação e que hoje desponta nas paradas de sucesso é a cantora Gabriela Rocha. Vencedora do ano de 2008, ela se tornou um dos grandes nomes do cenário gospel, principalmente nas plataformas digitais. Quatro anos após vencer no Programa Raul Gil, ela lançou seu primeiro projeto – Jesus – com produção musical de Thalles Roberto e Fábio Aposan.

Os homens também tiveram vez na atração. Dois que despontaram foram Robinson Monteiro, conhecido na época como Anjo e que se inspirava nas divas Whitney Houston e Mariah Carey. Atualmente fora do gospel, Jotta A foi outro nome que despontou. Sua interpretação de Agnus Dei chegou a emocionar até mesmo o cantor Michael W. Smith, que gravou a canção no original.

Artista do cast da MK Music, por onde lançou o álbum Tudo o Que Tenho é Teu, André Leono também foi uma grande revelação do programa. Além dos já citados, nomes como Brenda, Renato Vianna, Michely Manuely e Elissa Gomes são alguns jovens talentos revelados pelo apresentador.

DOMINGÃO DO FAUSTÃO
Numa época em que ainda era fechada para o gospel, a Rede Globo surpreendeu o público ao levar, em 2010, Aline Barros e Fernanda Brum para o palco do Domingão do Faustão, considerado um dos programas de auditório de maior importância da TV brasileira. Elas participaram do quadro Encontro Musical e, além de levar a mensagem de Deus através da música, as duas convidadas falaram com Fausto Silva sobre amizade e o preconceito que o gênero sofre. Na época, a participação colocou Aline e Fernanda nos trending topics do Twitter.

FESTIVAL PROMESSAS
Numa tentativa de se aproximar do público evangélico, a Rede Globo exibiu em 2011 a primeira edição do Festival Promessas, que reuniu 20 mil pessoas no Aterro do Flamengo, no Rio de Janeiro. O evento colocou a emissora na liderança da audiência e contou com a presença de nove artistas de estilos variados: Damares, Davi Sacer, Diante do Trono, Eyshila, Fernanda Brum, Fernandinho, Ludmila Ferber, Pregador Luo e Regis Danese.

O evento se estendeu por mais alguns anos e ainda teve edições regionais, como em Minas Gerais e Goiás. Um dos momentos marcantes aconteceu na edição de 2012 quando Cassiane tirou os sapatos para cantar o sucesso 500 Graus.

SHOW DA VIRADA
Tradicional especial de fim de ano da Rede Globo, o Show da Virada que marcou a chegada de 2011 contou com a presença da cantora Aline Barros, que interpretou a canção Recomeçar, que anos antes integrou a trilha sonora da novela Duas Caras, que foi exibida em 2007 no horário nobre. No ano seguinte, Aline emocionou o público ao interpretar o sucesso Ressuscita-me, canção do álbum Extraordinário Amor de Deus, que lhe rendeu o quatro Grammy Latino em sua carreira.

PARTICIPAÇÃO EM NOVELA DA GLOBO
Por falar em novela do horário nobre, em 2013 ia ao ar Amor à Vida, escrita por Walcyr Carrasco e que contava com um núcleo evangélico, com direito a igreja, pastor, personagem com história transformada pela fé e até culto de Santa Ceia. Na ocasião, o cantor Kleber Lucas foi convidado pela Rede Globo para atuar como ele mesmo na trama. Na cena, ele interpretou a canção Te Agradeço, do álbum Casa de Davi, Casa de Oração. Em entrevista ao Pleno.News, o cantor relembrou como foi o convite para aparecer na novela.

– Eu estava vivendo minha vida normal quando o telefone tocou e era a Globo perguntando se eu podia participar da novela. Eu falei que podia, já que fui chamado para isso. Vou cantar onde for e vou compartilhar essa minha experiência onde tiver oportunidade. Fui muito bem recepcionado e pude ser ouvido por todo mundo.

SÓ TOCA TOP
Criado em 2018 pela Rede Globo, com o intuito de levar a música que bomba no streaming e nas paradas de sucesso, o Só Toca Top se tornou um espaço para todos os estilos musicais. Em dois anos de programa, o gospel foi representado por Aline Barros, Bruna Karla, Fernandinho, Gabriela Rocha e Preto no Branco.

THE NOITE COM DANILO GENTILI
Criado em uma família evangélica, o apresentador Danilo Gentili, que quase se tornou pastor, também foi um dos responsáveis por dar espaço aos evangélicos na TV. Apresentador do talk show The Noite, no SBT, ele já recebeu Adhemar de Campos, Aline Barros, Deive Leonardo, Fernanda Brum, Preto no Branco e Thalles Roberto. Na ocasião, Fernanda contou detalhes sobre sua conversão e os problemas que enfrentou com a família.

– Minha família era toda evangélica, mas quando meus pais divorciaram eu meio que enfiei o pé na jaca, fiquei revoltada e fui para o mundo. Como o que eu sabia fazer era cantar, eu comecei como cronner de lambada cigana.

FUTEBOL E GOSPEL
Engana-se quem pensa que gospel e futebol não se misturam. Em um dos quadros mais populares do Fantástico, da Rede Globo, os jogadores que conseguem marcar três gols em alguma partida, têm direito a pedir uma música e, por várias vezes, os louvores que tocam nas igrejas foram trilha sonora nas noites de domingo da emissora. Há 10 anos, por exemplo, o jogador Dodô, que marcou três gols pelo Vasco, pediu o sucesso Com Muito Louvor, de Cassiane.

Leia também1 Rancorosa? Globo "ignora" gols da Copa Libertadores no SBT
2 Jornalista e radialista Fernando Vieira morre aos 72 anos
3 TV Cultura pretende lançar nova versão do Rá Tim Bum em 2021
4 Feliciano destaca profundo respeito de Bolsonaro pelos evangélicos
5 "Não reconheci minha mãe", diz filho de Hebe sobre série de TV

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.