Leia também:
X Aos 81 anos, Sérgio Reis está tratando câncer de próstata

Thiaguinho diz ter sofrido golpe de R$ 9 milhões de empresário

Cantor registrou Boletim de Ocorrência e move ação contra ex-funcionário

Thamirys Andrade - 23/12/2021 15h26 | atualizado em 23/12/2021 15h38

Thiaguinho Foto: AgNews

O cantor Thiaguinho registrou um boletim de ocorrência e moveu ação judicial contra seu ex-empresário, acusando-o de estelionato e lavagem de dinheiro. Segundo o artista, Bruno Azevedo teria transferido R$ 9 milhões indevidamente para si mesmo entre os anos de 2016 e 2021.

De acordo com informações do portal Metrópoles, Thiaguinho passou a desconfiar do ex-funcionário após perceber que ele estava adquirindo bens que não condiziam com seus ganhos legais, como um avião de R$ 29 milhões e automóveis.

Bruno recebia R$ 31.250 mensais, com quantias variáveis a depender dos trabalhos de Thiaguinho. Ele também administrava duas empresas do cantor, com direito a participação de lucros: Paz & Bem e Thiago e a Híbrido.

Segundo o cantor, foram detectadas diversas movimentações atípicas nas contas bancárias da Paz & Bem e Thiago, e aplicações denominadas TH Ativa aparentemente feitas por meio da empresa Híbrido.

A defesa de Bruno, feita pelo advogado Ary Bergher, afirmou que um levantamento está sendo realizado com todos os rendimentos do empresário para comprovar a legalidade dos lucros. Bergher ainda informou que seu cliente planeja entrar na Justiça contra o cantor por denunciação caluniosa. De acordo com o advogado, Thiaguinho estaria usando o Estado para pressionar Bruno.

Leia também1 Aos 81 anos, Sérgio Reis está tratando câncer de próstata
2 Fora de especial, Regina Duarte alfineta a TV Globo
3 Após 30 anos, atriz Letícia Sabatella deixa a TV Globo
4 Exame confirma inchaço no cérebro do cantor Maurílio
5 Globo: Narrador diz ter sido demitido após denunciar assédio

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.