Leia também:
X Renato e Cristiane Cardoso se reúnem com elenco de Jesus

Saiba a história de poderosas canções pentecostais

George de Paula fala de suas músicas gravadas por nomes como Cassiane, Flordelis e Ariely Bonatti

Rafael Ramos - 20/02/2019 16h40

Compositor há dez anos, George de Paula tem músicas gravadas por nomes conhecidos do meio pentecostal, como Cassiane, Flordelis e Ariely Bonatti. Além delas, George também é o autor da divertida Já Sinto o Manto, que marcou a estreia do humorista Vini Rodrigues no meio musical.

Membro da Igreja Tabernáculo Batista da Barra de Marataízes, no Espírito Santo, George de Paula começou como cantor. Seu primeiro CD teve produção musical de Anderson Freire, que na época fazia parte do Vocal Asafe.

George de Paula é autor de grandes sucessos do meio pentecostal Foto: Arquivo Pessoal

Ao se mudar para São Paulo, ele viu na cidade a sua grande chance. Um dia, ao cantar em uma igreja da capital, ele conheceu a cantora Fabiana Anastácio. Ela estava começando a fechar repertório e gravou a canção Valeu a Pena. Depois, Anderson Freire ajudou e fez a ponte para Ariely Bonatti gravar uma das composições do conterrâneo.

– Eu fico feliz porque essas canções têm chegado a muitas vidas. Gosto de compor música poética. Escuto alguma coisa, uma pregação, absorvo aquilo para mim e guardo no coração. Depois eu deixo fluir e separo aquele momento para escrever aquilo que Deus colocou no meu coração – contou ao Pleno.News.

Apesar de ser autor de músicas pentecostais, George de Paula também consegue transitar entre outros estilos, como worship, romântico e infantil. Ele é um dos compositores do novo EP de Wilian Nascimento. O cantor gravou a música Sem Deus, que retrata o quanto as pessoas são imperfeitas e falhas sem Deus.

Saiba mais da história das composições de George de Paula a seguir:

NÍVEL DO CÉU (Cassiane)
Foi algo sobrenatural. Eu não imaginava que a Cassiane ia gravar essa música. Eu fiz essa canção para a Léa Mendonça, só que ela ficou guardada. Mandei várias para a Cassiane, ela separou sete, mas a preferida foi Nível do Céu. Escrevi essa canção quando tive uma experiência muito grande com Deus. Ouvindo a mensagem de um pastor em São Paulo. Ele falava sobre as águas, sobre nossa intimidade, que nós temos que ir em profundidade, de chegar no sobrenatural de Deus. Às vezes, a gente fica submerso nas coisas naturais do mundo e esquece de mergulhar mais fundo e viver o sobrenatural que Deus quer nos mostrar. Daí nasceu essa canção.

Nível do Céu, de Cassiane Foto: Divulgação

EU VOU ORAR POR VOCÊ (Flordelis)
Essa canção mexeu comigo porque vivi o testemunho de uma pessoa nessa música. A pessoa havia passado por um momento difícil. Uma situação onde, ao invés de as pessoas ajudarem, estavam criticando e atirando pedras. Eu fui visitá-la e lembro que ela disse: “Muitas das vezes é tão mais fácil a pessoa nos ajudar em oração do que nos tacar pedras para nos afundar mais ainda. Não estou precisando de ninguém para me criticar. Estou precisando de alguém que ore por mim”. Fui pra casa com isso na cabeça e foi daí que surgiu Eu Vou Orar Por Você.

ESTOU EM GUERRA (Ariely Bonatti)
Estou Em Guerra foi uma parceria minha com meu amigo André Freire. Foi uma canção que cheguei com o coro. A gente tinha feito algumas canções e precisava de uma canção forte e diferente. No estúdio, conversando com uma amiga, começamos a falar de batalha espiritual, de guerra. E, de repente, eu comecei a ver o coro “Estou em guerra”. Falei uma três frases “Na luta contra o mal estou em guerra”. Eu subi, liguei para o André e falei que estava escrevendo um coro bem bacana. Começamos a escrever essa canção e saiu.

JÁ SINTO O MANTO (Pr. Jacinto Manto)
Essa canção foi um desafio! A gravadora me pediu uma canção para o Jacinto Manto que não fosse muito forte e nem muito boba. Precisava ter mensagem e também ser engraçada. Cheguei em casa, peguei o violão e comecei a escrever. Daí surgiu a canção Já Sinto o Manto. Eu nunca esperava escrever uma canção assim na minha vida. Primeira e talvez a única que escrevi.

NOSSO CASAMENTO É HOJE (Trio Nascimento)
Me pediram uma música emocionante para o Trio Nascimento (Michelle, Wilian e Gisele) cantar sobre casamento. André e eu começamos a escrever e lembro que a primeira frase que saiu foi “Hoje o sol nasceu tão diferente e tão particular para a gente”. Desse pedacinho surgiu o coro “Nosso casamento é hoje”, que o André começou. Essa canção toca em muitos casamentos e virou trilha sonora de muitos lugares.

OLARIA DE DEUS (Sérgio Marques e Marquinhos)
Essa canção marcou a minha vida. Eu lembro que um pastor pregou essa mensagem e, quando eu saí da igreja, estava escrevendo cada frase que ele falou. Deus já estava me dando a música enquanto o pastor pregava em cima do altar. Ele olhava para a minha cara e ria porque escrevi essa música dentro da igreja.

Leia também1 Universal desmente fake news sobre tatuagem nas mãos
2 Filha de Deise Cipriano faz post homenageando a mãe
3 Fernanda Brum divulga trecho de música do novo álbum

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.