Leia também:
X Ator revela que só faz filmes que tenham finais felizes

Jozyanne fala da repercussão de sua denúncia sobre gênero

Para a cantora, educação das crianças é responsabilidade dos pais

Ana Luiza Menezes - 18/04/2018 20h47 | atualizado em 20/04/2018 20h13

Jozyanne denuncia brindes do Burger King Foto: Arte/Pleno.News

Na última quinta-feira (12), a cantora Jozyanne publicou em suas redes sociais um vídeo mostrando sua indignação quanto a um brinde distribuído pela rede de fast-food Burger King.

Distribuídos desde o início de abril, os brinquedos são do desenho Bob Esponja. Na loja onde a irmã de Jozyanne esteve, as crianças não puderam escolher seus brindes. O vendedor deu uma boneca que veio com acessórios masculinos, que possibilitam que a criança a transforme em menino, se assim quiser.

Longe de querer parecer desrespeitosa, a cantora explicou ao Pleno.News que sua intenção foi apenas se posicionar. Ela acredita que a opção de como educar os filhos é prioridade dos pais e não de uma lanchonete ou qualquer outro estabelecimento ou marca.

– Não posso deixar que uma sociedade corrompida venha ditar as regras da criação dos meus filhos e dos meus sobrinhos – afirma a cantora, que vê a ação da rede de fast-food como uma imposição da idealogia de gênero.

No vídeo, ela também ressaltou que, antigamente, havia a opção de poder escolher se queria brinquedo para menino ou menina, mas que agora já não pode mais.

– Quando eles crescerem, vão fazer as opções deles, mas quando pequenos, nós pais somos os responsáveis pelo que entra na mente e nos ouvidos. Não sou homofóbica e acredito que cada um faz a sua escolha, mas sou contra a imposição externa na educação das crianças.

Jozyanne também conta que não é radical a ponto de dizer às pessoas que deixem de comer no Burger King.

– Não sou soberana – diz a cantora que recebeu apoio de 90% de seus fãs no Facebook e no Instagram.

Quanto aos que não entenderam, ela frisa que apenas falou sobre algo com o qual não concordou, apesar de ser um assunto muito defendido por grande parte da mídia.

Não é a primeira vez que o Burger King se envolve em situações polêmicas. Em setembro do ano passado, a rede de restaurantes foi alvo de críticas quando distribuiu mais de 100 mil coroas com as cores da bandeira LGBT nas lojas de São Paulo.

Leia também1 Música Jó, de Midian Lima, bate 70 milhões de views
2 Ministério Sarando a Terra Ferida grava novo clipe
3 Fotos! Fernanda Brum celebra amizade com Eyshila

Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.