Leia também:
X Marido de Amanda Wanessa: “Vai dar tudo certo. Deus é fiel”

Genival Lacerda morre aos 89 anos por complicações da Covid

Cantor estava internado há mais de um mês após e estava na UTI após ser infectado pelo vírus

Paulo Moura - 07/01/2021 08h33 | atualizado em 07/01/2021 09h10

Genival Lacerda morreu aos 89 anos
Genival Lacerda morreu aos 89 anos Foto: Reprodução | Rogério Vital

O cantor e compositor Genival Lacerda morreu nesta quinta-feira (7), aos 89 anos, vítima de complicações da Covid-19. A informação foi confirmada pelo filho do artista, João Lacerda. Genival estava internado desde o dia 30 de novembro do último ano em um hospital na área central do Recife (PE).

Após ser diagnosticado com Covid-19, o cantor foi levado para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI). No dia 4 de janeiro, Lacerda teve uma piora no quadro de saúde, segundo o boletim divulgado pela família. Na quarta-feira (6), a família iniciou uma campanha de doação de sangue para o cantor.

Em 26 de maio de 2020, Genival Lacerda havia sofrido um Acidente Vascular Cerebral Isquêmico (AVC) e deu entrada no Hospital d’Ávila, na Zona Oeste da capital pernambucana. Recuperado, ele teve alta três dias depois de ser internado.

O cantor e compositor nasceu em Campina Grande, na Paraíba, em 5 de abril de 1931. Chegou a trabalhar na cidade como radialista, mas fez a primeira gravação como cantor quando já morava em Recife, para onde se mudou em 1953. Genival gravou seu primeiro disco em 1956, um compacto duplo com “Coco de 56”, escrito por ele e João Vicente, e o xaxado “Dance o xaxado”.

Em 1964, se mudou para o Rio de Janeiro e conquistou a consagração nacional com a canção “Severina Xique Xique”, de 1975. O refrão “ele ‘tá de olho é na butique dela” virou sua marca. Em seguida, vieram sucessos como “Radinho de pilha”, “Mate o véio” e “De quem é esse jegue?”, que consolidaram o estilo bem humorado do “seu Vavá”, como também era conhecido.

Leia também1 Pazuello: 'Brasil está preparado para vacinação contra a Covid'
2 Fiocruz pedirá uso emergencial da vacina de Oxford até sexta
3 Covid-19: Brasil registra menos casos novos que Reino Unido
4 Covid: Órgão regulador europeu aprova uso da vacina Moderna
5 OMS deve autorizar vacina de Oxford entre fevereiro e março

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.