Leia também:
X Samuel Messias e Midian Lima lançam single juntos

‘Fã’ do Brasil? Adele é acusada de plagiar Chico Buarque e Jobim

Cantora britânica foi recentemente acusada de plagiar música de Martinho da Vila

Monique Mello - 23/11/2021 13h53 | atualizado em 23/11/2021 15h25

Adele volta a ser acusada de plágio Foto: Reprodução/Youtube Adele

Após ser acusada de plagiar a canção Mulheres, de Martinho da Vila, Adele se envolveu em uma nova polêmica com a música brasileira. As “vítimas” da cantora britânica dessa vez seriam Chico Buarque e Tom Jobim.

A artista lançou seu novo álbum na última sexta-feira (19). Internautas com ouvidos mais atentos já apontaram que a música To Be Loved possui introdução muito parecida com Eu Te Amo, lançada em 1980 pela dupla de veteranos da MPB.

Veja a comparação:

Apesar de todas as especulações que tomaram as redes sociais no fim de semana, a equipe do cantor Chico Buarque afirmou que não há nenhuma semelhança entre as duas músicas, descartando a hipótese de plágio. A afirmação foi confirmada por Vinicius França, empresário do cantor, nesta terça-feira (23) à Folha de S.Paulo.

Mesmo entre os usuários da web que apontaram a semelhança, alguns entendidos da área musical também refutaram a ideia de plágio, explicando que se trata de um “padrão harmônico simples”, comum no mundo da música.

– O do Chico é uma sequência de acordes com movimento similar, mas em diferentes harmonias, enquanto que a da Adele é simplesmente uma escala descendente no padrão 2-3 1-2 7-1 6-7, e por aí vai. São formas musicais simples e consideravelmente distintas – explicou um internauta.

– As notas de [Eu] Te amo, nesse fraseado, estão em sentido crescente e decrescente, em escala monocromática acompanhadas pelo baixo, enquanto To Be Loved está apenas em decrescente, em soprano – complementou outro.

 

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.