Leia também:
X Glória Menezes recebe alta do hospital após 10 dias internada

DJ Ivis vira réu na Justiça por agressões contra a ex-esposa

Denúncia feita pelo Ministério Público cearense contra o músico foi aceita pela Justiça

Paulo Moura - 16/08/2021 14h01 | atualizado em 16/08/2021 14h16

Iverson de Souza, o DJ Ivis Foto: Reprodução

O Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) divulgou nesta segunda-feira (16) que o músico Iverson de Souza Araújo, o DJ Ivis, virou réu pelas agressões cometidas contra sua ex-esposa, Pamella Holanda. Ivis foi indiciado pela Polícia Civil do Ceará no fim de julho e teve a denúncia do Ministério Público cearense contra ele aceita pela Justiça.

No sábado (14), o DJ completou um mês detido em decorrência das agressões cometidas. Os crimes foram registrados em vídeo e denunciados pela ex-mulher do DJ, no início de julho. Ele segue preso em uma área de triagem no presídio Irmã Imelda Lima Pontes, na Região Metropolitana de Fortaleza.

O tribunal afirmou, em nota, que “a denúncia, ofertada pelo Ministério Público, já foi recebida pela Justiça estadual, que determinou a citação do acusado”.

O processo tramita em segredo de Justiça na Vara Única Criminal de Eusébio e, segundo o TJCE, “mais informações não podem ser repassadas por conta do sigilo do processo”.

No fim do mês de julho, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes rejeitou um pedido de habeas corpus impetrado pela defesa do cantor. Antes, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) e o Tribunal de Justiça do Ceará já haviam negado o pedido.

Leia também1 Glória Menezes recebe alta do hospital após 10 dias internada
2 PCO comemora tomada de poder do Talibã no Afeganistão
3 Angustiado, Silvio Santos deixou hospital sem alta médica
4 Bolsonaro mostra crianças indígenas cantando o hino nacional
5 Oswaldo Eustáquio dá 'prazo' de 72 horas para Rodrigo Pacheco

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.