Leia também:
X Karina Bacchi diz que viu drogas e orgias em festas da Globo

Cantores são retirados de avião por se negarem a usar máscara

Informação foi divulgada pela Latam; rapper envolvido chama caso de "covardia"

Paulo Moura - 19/03/2022 14h53 | atualizado em 19/03/2022 14h56

Interior da aeronave onde os cantores estavam Foto: Reprodução/Instagram Chefin

Um grupo de cantores que seguia do Rio de Janeiro para Vitória (ES) foi retirado de uma aeronave da Latam Airlines após, segundo a companhia aérea, se recusar a usar máscara de proteção dentro da aeronave. O fato aconteceu na manhã deste sábado (19), de acordo com a Latam, e foi confirmado por um dos artistas envolvidos, o rapper Chefin.

Em nota, a Latam disse que o voo em que o grupo estava precisou retornar ao aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro, “em função de comportamento indisciplinado de um grupo de passageiros que se recusaram a usar máscara”. Após o pouso, segundo a empresa, a Polícia Federal foi chamada para desembarcar o grupo.

A empresa ainda informou que o restante dos passageiros que estava no avião recebeu a assistência necessária e prosseguiu para Vitória na mesma aeronave, que partiu para a capital capixaba por volta das 10h30 da manhã deste sábado.

De acordo com a companhia aérea, a exigência de uso do item nos voos da Latam e nas áreas do aeroporto segue o que é recomendado por uma resolução da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) que continua em vigor.

O rapper Chefin, um dos envolvidos no caso, confirmou o caso, que classificou como “covardia”. Em seus stories do Instagram, o cantor ainda compartilhou a publicação de uma página chamada Reels Favela, em que foi noticiado o ocorrido. De acordo com o perfil, ao menos 30 pessoas, incluindo outros rappers, teriam sido retiradas do avião.

Stories publicado pelo rapper Chefin Foto: Reprodução/Instagram Chefin

Confira, abaixo, a nota emitida pela companhia aérea:

“A LATAM Airlines Brasil informa que a aeronave do voo LA3183 (Rio de Janeiro/Santos Dumont-Vitória) deste sábado (19/3) precisou retornar ao aeroporto de origem em função de comportamento indisciplinado de um grupo de passageiros que se recusaram a usar máscara. A aeronave já pousou normalmente, em completa segurança.

Diante disso, a Polícia Federal foi acionada para realizar o desembarque do grupo de passageiros indisciplinados. O restante dos passageiros recebeu toda a assistência necessária e prosseguiu para Vitória na mesma aeronave que decolou às 10h28 deste sábado.

A empresa reforça que segue os mais elevados padrões de segurança, atendendo rigorosamente aos regulamentos de autoridades nacionais e internacionais e esclarece ainda que o uso da máscara durante os voos da companhia e nas áreas de aeroporto segue obrigatório, conforme determinação da resolução nº 456/2020 da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) que segue em vigor de acordo com nota da própria agência.

Ademais, A LATAM reforça ainda que repudia veementemente qualquer tipo de ofensa e reitera que qualquer opinião que contrarie o respeito não reflete os valores e os princípios da empresa”.

Leia também1 Jovem que teve a barriga aberta em praia recebe alta do hospital
2 Karina Bacchi diz que viu drogas e orgias em festas da Globo
3 Ministro substituto do TSE, Carlos Velloso renuncia ao cargo
4 AGU entra com medida no STF contra suspensão do Telegram
5 José Dirceu defende posição da Rússia na guerra com a Ucrânia

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.