Leia também:
X Adultério, cadeia e calotes: Relembre as polêmicas de Belo

Demi conta que teve 3 derrames e um infarto após overdose

No documentário Dancing With the Devil, cantora relembra tempo em que teve que ser internada

Ana Luiza Menezes - 18/02/2021 16h16 | atualizado em 18/02/2021 18h19

Demi Lovato Foto: Reprodução

Um documentário, intitulado Dancing With the Devil (Dançando Com o Diabo), promete mostrar uma parte pouco conhecida sobre a vida da cantora Demi Lovato. Na quarta-feira (17), foi divulgado o trailer da produção cujo lançamento está previsto para o dia 23 de março, no YouTube.

Fãs teriam ficado chocados apenas com o conteúdo do trailer. O assunto ganhou repercussão nas redes sociais.

No documentário, a artista fala sobre o tempo em que precisou ser internada por conta de uma overdose, em 2018.

– Eu tive muito a dizer nos últimos dois anos, querendo deixar claro o que aconteceu. […] Sempre que você suprimir uma parte de si mesmo, ela transbordará. Cruzei uma linha que nunca deveria ter cruzado. […] Tive três derrames e um ataque cardíaco. Meus médicos disseram que eu tinha de cinco a dez minutos – contou ela.

A produção foi dirigida por Michael D. Ratner. Em uma nota à imprensa, os responsáveis pelo conteúdo disseram que a proposta é oferecer um “um olhar honesto sobre um dos momentos mais difíceis na vida de Lovato, quando desenterrou seus piores traumas e descobriu a importância da saúde emocional, física e mental”.

Este é o segundo projeto da cantora com o YouTube. Em 2017, o documentário Simply Complicated teve 35 milhões de visualizações.

Leia também1 Demi Lovato aluga "casa invisível" por US$ 1700 a hora
2 Demi Lovato se batiza no Rio Jordão: 'Conexão com Deus'
3 Demi Lovato celebra saída de clínica e publica foto votando
4 Demi Lovato é fotografada fora de reabilitação
5 Mãe de Demi Lovato diz que orações salvaram sua filha

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.