Leia também:
X Bia Kicis quer transgêneros ‘fora’ de esportes femininos

Camargo detona professor por funk ‘mais complexo’ que Bach

Presidente da Fundação Palmares chamou o pesquisador Thiago Santos de "analfabeto musical da esquerda"

Henrique Gimenes - 07/02/2021 12h17 | atualizado em 07/02/2021 12h25

Presidente da Fundação Cultural Palmares Sérgio Camargo de paletó e gravata verde
Presidente da Fundação Palmares, Sérgio Camargo Foto: Reprodução/Redes sociais

O presidente da Fundação Palmares, Sérgio Camargo, utilizou suas redes sociais neste domingo (7) para criticar um professor e pesquisador que afirmou que o funk “Bum Bum Tam Tam” é mais complexo que Johann Sebastian Bach, compositor de música clássica.

A declaração foi dada por Thiago Santos em uma entrevista ao site Brasil de Fato.

– O Bum Bum Tam Tam é mais complexo por várias questões, há muitos timbres ali que quando você vai passar para a partitura, é muito difícil. É mais difícil que colocar uma música do Bach na partitura, por exemplo – disse o professor ao site.

Para Camargo, no entanto, Thiago Santos é um “analfabeto musical da esquerda”.

– Mais uma besteira dita por analfabeto musical da esquerda. Ouço Bach quase todos os dias. Não troco um único compasso de qualquer obra dele por TODO funk já produzido no Brasil. O melhor teste é o do tempo. Bach é eterno. O funk, descartável como lixo – explicou.

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.