Leia também:
X “Quer dinheiro”, diz advogado de Cid Moreira ao rebater filho

Google ignora a Páscoa cristã e é alvo de críticas nas redes sociais

Plataforma tem afirmado nos últimos anos que não faz homenagens para festas religiosas

Paulo Moura - 18/04/2022 14h03 | atualizado em 18/04/2022 15h12

Google virou alvo de críticas por não publicar homenagem pela Páscoa Foto: Pixabay

Após o Google decidir novamente pela não inserção de qualquer homenagem para a Páscoa cristã em sua página inicial, os usuários das redes sociais voltaram a criticar a empresa. Nas postagens, internautas questionaram os motivos que levaram a companhia a não lançar um de seus Doodles, animações que homenageiam datas e personalidades, para a celebração cristã.

As críticas contra essa decisão do Google têm se tornado recorrentes nos últimos anos. Elas são motivadas principalmente pelo fato de a companhia incluir na lista de homenageados pelos Doodles alguns eventos como o Dia dos Namorados, o Ano-Novo Chinês, ou até o aniversário dos Contos de Grimm, mas optar por simplesmente ignorar a existência da Páscoa cristã.

Nos últimos anos, o Google não tem se pronunciado sobre os protestos contra o “esquecimento” da Páscoa. Entretanto, em 2018, a empresa justificou à emissora Fox News que a decisão de não homenagear a data não seria motivada por preconceito, mas um praxe da plataforma de não criar Doodles para feriados religiosos, embora ela mesma já tenha criado um para a Páscoa em 2000.

– Não temos Doodles para feriados religiosos, de acordo com nossas diretrizes atuais de Doodle. Os rabiscos podem aparecer para algumas celebrações não religiosas originadas de feriados religiosos, como o Dia dos Namorados, o Festival das Cores de Holi, Tu B’Av e o período de férias de dezembro, mas não incluímos imagens religiosas ou simbolismo como parte de esses – disse.

Doodle especial de Páscoa feito em 2000 Foto: Reprodução/Google

Apesar de informar não ter Doodles para feriados religiosos, a plataforma já incluiu no passado algumas animações especiais para festas religiosas. Em 2006, a página principal do Google homenageou o Rosh Hashanah, o Ano-Novo Judaico, para usuários que acessavam a página em Israel. Em 2008, foi a vez do Diwali, uma festa religiosa hindu, aparecer na tela dos usuários da Índia.

Doodle em 2006 com homenagem ao Rosh Hashanah Foto: Reprodução/Google

Em 2019, mesmo sem ter criado um Doodle específico para a Páscoa, a empresa fez referência ao modo comercial de celebrar a data ao esconder um ovo de Páscoa abaixo da barra de pesquisas na página inicial do Google. Os usuários que clicavam no botão “Estou com sorte” viam ovos de Páscoa, coelhos e outros itens caírem ao redor da tela.

Google criou animação para a Páscoa em 2019 Foto: Reprodução/Google

RAMADÃ NÃO FOI HOMENAGEADO PELO GOOGLE
Nas redes, alguns usuários chegaram a questionar a plataforma, nos últimos anos, sobre um Doodle que circulava pela internet com a página principal do Google comemorando a celebração muçulmana do Ramadã. Apesar de parecer oficial, porém, a imagem não representa um Doodle oficial do Google.

Logo do Ramadã não foi criação oficial da plataforma Foto: Reprodução/Redes Sociais

O design em questão foi criado em 2010 como parte de uma campanha de uma mídia social para convencer a gigante da tecnologia a apresentar um Doodle para o Ramadã. Apesar dos esforços, a imagem nunca foi usada ou endossada pelo Google.

Leia também1 Escritor esquerdista "se gaba" por filho não conhecer Jesus
2 Menina morta pela mãe sofreu politraumatismo, diz atestado
3 Jovem afirma ter esfaqueado repórter até ele "parar de reagir"
4 "Precisamos conviver com esse vírus", afirma Marcelo Queiroga
5 Dilma estreia em propaganda do PT sem mencionar Lula

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.