Leia também:
X Diretor acusado de racismo teria obrigado atores negros a gravar em pico de Covid

Felipe Neto diz que ainda consta como “morto” no sistema do SUS

Youtuber foi um dos famosos que tiveram dados hackeados na plataforma do ConectSUS

Gabriela Doria - 25/02/2022 15h30 | atualizado em 25/02/2022 16h17

Felipe Neto afirmou que ainda consta como “morto” para o SUS Foto: Reprodução YouTube

O youtuber Felipe Neto voltou às redes sociais nesta sexta-feira (25) para reclamar do fato de ainda constar como “morto” na base de dados do Ministério da Saúde, o CadSus. Em outubro de 2021, o influenciador já havia revelado que suas informações pessoais foram hackeadas dentro do sistema.

– Parabéns, Ministério da Saúde! Meu registro continua informando que estou MORTO no sistema. Não resolvem nada. Tudo arreganhado pra hackers. Uma zona e zero preocupação em resolver! Resumo da gestão Bolsonaro em tudo – escreveu Neto ao lado de um print que mostrava sua situação.

Além de Felipe Neto, influenciadores digitais e políticos, principalmente os de esquerda, denunciaram nas redes sociais que tiveram seus dados alterados criminosamente no CadSUS. Entre os atingidos estão os influenciadores Felipe Castanhari e sua namorada, Nyvi Estephan, e os ex-candidatos à Presidência e à vice-Presidência da República, respectivamente, Guilherme Boulos e Manuela D’Ávila.

Leia também1 Repórter do SBT é intimidada ao vivo ao tentar noticiar greve
2 Whindersson Nunes e amigo dão gorjeta a garotos no aeroporto
3 Episódio de Os Simpsons viraliza após invasão russa
4 Jovem Pan News exibe imagens de videogame como se fossem da Ucrânia
5 Diretor acusado de racismo teria obrigado atores negros a gravar em pico de Covid

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.