Leia também:
X Polícia Civil: Filipe Ret aproveita fama para usar e fornecer droga

Empresário pediu R$ 20 milhões para encerrar disputa com Luva

Allan Jesus apresentou contraproposta que foi rejeitada pela defesa do influenciador

Paulo Moura - 19/07/2022 15h33 | atualizado em 19/07/2022 16h02

Allan Jesus e Luva de Pedreiro Foto: Reprodução/Arquivo pessoal

O empresário Allan Jesus, que agenciava o influenciador digital Iran de Santana Alves, conhecido como Luva de Pedreiro, pediu R$ 20 milhões para encerrar a disputa relacionada ao contrato entre eles. A informação está presente em uma contestação apresentada pela defesa do influenciador em um processo que tramita na 2ª Vara Cível da Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro.

No processo, os advogados de Iran apresentaram uma proposta que foi enviada a Allan para o fim do embate. Entre as condições estavam: o repasse de 50% do valor dos acertos com as empresas Amazon, Pepsi e TikTok ao empresário; o rompimento do contrato entre Iran e Allan com renúncia de multa por ambos; a transferência das empresas e marcas relacionadas a Iran para o influenciador; e a publicação de uma nota nas redes sociais informando a resolução amigável do conflito.

No entanto, Allan teria negado o acordo e oferecido a proposta de R$ 20 milhões para encerrar a disputa, que, por sua vez, foi rejeitada pelos advogados do influenciador. Além da multa, a defesa de Iran também questionou em juízo outros pontos do contrato, como a responsabilização exclusiva do jovem por eventuais problemas na prestação dos serviços, e a remuneração de 50% para o empresário, o que, segundo a defesa, seria algo incomum nesse tipo de acerto.

Nas últimas semanas, inclusive em programas de TV, Iran reclamou do acerto com Allan citando promessas não cumpridas, falta de liberdade e alegações de que não tinha noção exata do teor do documento assinado há cerca de cinco meses. A principal tese da defesa, inclusive, é de que o jovem era incapaz de compreender o contrato. Allan, por sua vez, alega que Iran sabe ler e que fez também a leitura das cláusulas para a família do influenciador antes da assinatura.

Atualmente, há um processo que tramita na Justiça do Rio, no qual Allan é o réu, em que a iniciativa é romper o contrato entre Luva de Pedreiro e o empresário. Na ação, há uma audiência de conciliação marcada para o próximo dia 26 de julho.

Leia também1 Lula deixa de fazer ato em praça e culpa previsão do tempo
2 Dilma: "Bolsonaro cometeu um ato de traição ao Brasil"
3 Grupo Logos fará comemoração pelos 40 anos de ministério
4 Esquerda aciona STF por reunião de Bolsonaro com embaixadores
5 Opositores criam ofensiva para boicotar convenção de Bolsonaro

Siga-nos nas nossas redes!
WhatsApp
Entre e receba as notícias do dia
Entrar no Grupo
Telegram Entre e receba as notícias do dia Entrar no Grupo
O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.